RELACIONAMENTO 21 de agosto de 2017

Dia das leitoras – Não foi ruim, também não foi tão bom assim

sad-girl-wallpapers

Nessa semana estava editando alguns posts antigos do blog para o livro e me deparei com algumas situações que naquela época pareciam relevantes, mas hoje são uma tremenda bobagem ou caíram no desuso (ligo no dia seguinte?) e outras questões que ainda vejo atuais.

Uma delas por acaso tem a ver com a história da leitora Zucleia que me escreveu aflita, pois o cara fala que curtiu, mas as atitudes mostram o contrário. Vou ajudar a decifrar esse enigma.

Vamos à história:

“Tem um cara que conheci o ano passado, através de um grupo de amigos do xaxado. No carnaval fomos (turma) a uma chácara e ele também estava no meio, durante a nossa estadia lá, ele me chamou a atenção, pela animação, brincadeiras e tal, sempre divertindo a galera. Ele estava com outra menina e me informaram que ali rolava algo, no mesmo momento fiz uma nota mental “É comprometido” ou seja, desencana.

Beleza.. depois dessa chácara a mesma turma organizou uma praia no feriado e me convidou, de inicio fiquei na dúvida se iria, me incluíram no grupo do Whats e com a interação de todos me senti segura pra ir e fui, pois acabei me sentindo a vontade. Quando estávamos lá, ele insistiu um beijo e acabamos ficando (não rolou sexo, não deixei), um detalhe que a “fulana” que estava com ele na chácara não foi nessa viagem, e antes de beija-lo perguntei sobre ela, ele me disse que não tinha nada, já tinham ficado, mas não rolava mais nada (não curto ficar com quem já esta com outra).

Quando voltamos pra nossa cidade rolou sexo e tal, foi gostoso. Depois disso ele se distanciou, não mandava mais mensagens e quando respondia era sem interesse, o que me deixou chateada, talvez por ter criado expectativas. Então deixei de ir atrás também. E pelo conhecimento que tenho sobre esse tipo de atitude, ele já não tinha mais o interesse.

Cafa > Pois bem. Vocês mulheres sabem o motivo, mas ficam tentando enganar-se, buscando explicações complexas e mirabolantes, quando a resposta é bastante simples.

“Gostoso” pra descrever sexo com alguém é meio morno, não me convence. Então, se pra você foi assim, imagino pra ele.

Quando o encontrava nos mesmos ambientes, ficava na minha, esperando que ele viesse se aproximar, mas ele só cumprimentava como se fosse outra pessoa qualquer, muitas vezes nem dançava mais comigo, o que me deixava triste e a energia baixa. Essa energia negativa entre nós rolou por alguns meses, acabei deixando de frequentar os mesmos lugares que ele, pra evitar esse desconforto emocional.

Cafa > Bom, mas você era mais uma pessoa pra ele. Em que momento virou algo diferente? No primeiro beijo? Quando transaram? A pessoa deixa de ser outra qualquer quando ganha espaço na vida do outro, você teve uma fração disso, não é porque trocaram fluídos que você ocupará um protagonismo na vida dele.

Essa energia baixa é criada apenas por você e isso só atrai coisa ruim ou repele as pessoas. Evite isso.

No final do ano, teve um festival numa praia, onde fui com amigas que também conheciam ele, ele foi também, com um grupo de amigos (as). De inicio quando o vi, fiquei desconfortável, mas estava tão cansada disso que desencanei, e foi bem legal, parecia que nada tinha acontecido e pudemos dançar, conversar numa boa, talvez o álcool tenha ajudado, ele queria ter ficado comigo, mas não quis.

Cafa > Veja só, quando tira a energia negativa, as coisas fluem com mais leveza.

Sobre o álcool, ele ajuda até certo ponto. Nesse caso, me parece que por falta de alternativa e embriagado, ele resolveu te atacar. Você fez bem em recusar.

Hoje a gente conversa numa boa, o que me intriga é que a maioria das nossas conversas são pelo whats. Pessoalmente a gente se vê pouco, só quando calha de ir ao xaxado e ele esta lá, porém acabamos dançando e conversamos com outras pessoas, então é um ambiente mais difícil para ter uma interação eu e ele.

Cafa > Ué, você espera vê-lo pessoalmente, mas como se apenas encontram-se quando os amigos combinam? Ele não te chama pra sair porque não te curte o suficiente.

Discordo que seja um ambiente difícil para ter uma interação, as pessoas que fazem a ocasião, não o inverso.

Já comentei com ele, que o que ele quer no momento é bagunçar (galinhar) e isso não é o que quero, ele diz que não é verdade, já vi ele com outras meninas, até mesmo com a “fulana” da chácara.

Cafa > Tai o tipo de assunto que as pessoas deveriam excluir do repertório quando estão conhecendo alguém. Você não é nada dele, não tem intimidade, não tem relacionamento.  Você pega a parte mais chata deste último (cobranças) e joga na cara do cidadão.

E você quer que ele fale o que? “Sim, você está certa Zucreia, eu to comendo geral”. Nenhum homem vai falar isso. Você está criando um peso nessa não-relação que não vai lhe trazer nenhum benefício.

Enfim, ele é legal comigo, é um cara que namoraria, pois vejo qualidades, porém sempre penso que ele só quer sexo, que não quer namorar agora ou comigo, porque acho que namorar todo mundo quer. Ele já teve um relacionamento de 15 anos e tem um filho, as vezes penso que ele esteja querendo curtir o que não curtiu em 15 anos.

Cafa > É possível, mas eu acredito que quando você encontra uma pessoa especial, não tem essa de “preciso estar solteiro para aproveitar o tempo perdido”. Eu, por exemplo, no auge da minha fase de solteiro e do blog, terminei um namoro, achei que ia ficar anos na folia e meses depois já engatei outro.

Detalhe que o sexo só rolou dessa vez que contei, depois nunca mais, nem beijo, mesmo ele dando indiretas por mensagens. Nunca mais me chamou pra sair, mas fala que gostou do que rolou, que curtiu.

Não quero ser só mais um sexo, entende? mas se realmente foi bacana pra ele, porque não age? Me chamando pra sair.

Ele diz que sou legal com ele, que sou chata e legal ao mesmo tempo, que trocamos uma ideia legal. Temos intimidade pra conversar sobre tudo, até sexo.

Mas sinto que tudo isso não sai do “virtual”, fica só nas mensagens, queria algo mais ser real. Já comentei isso com ele.

Será que eu sou só mais uma marmita?”

Cafa > Você mal chegou a ser fast-food. Se realmente fosse boa a pegada entre vocês, ele te chamaria pra sair de novo.

Ele deve ter medo de magoar os seus sentimentos e dizer a verdade, que o encaixe com você não foi ruim, mas também não foi tão bom assim.

Talvez vocês ainda possam ter uma segunda chance pra ver se o encaixe rola. Porém, para de atazanar o cara cobrando fidelidade e atitude. Essa energia negativa só vai afastá-lo.

_______________________________________________________________

Quer mandar a sua história para que eu (talvez) comente e publique? É só enviar para cafa@manualdocafajeste.com; Caso queira manter o sigilo e ter certeza que sua história será comentada contrate o Cafa Responde (máx de 2 páginas / arial 12).

  • Mari Almeida

    Eu bem que queria fazer um de marmita, pq to achando meio difícil arrumar sexo casual. Eu só fiz isso uma vez, de cair na besteira de ficar de conversinha pq eu não queria sexo e o boy queria. Meses depois eu só queria sexo e ele deu aloka e disse que ia sair fora pq ia se apaixonar hahahaha. Hoje o movimento ta fraco, ela ta é no lucro.

    Eu entendo que pra ela sexo casual é perda de tempo e ja se intitula logo “marmita”. Pra mim isso é uma energia péssima. Sexo é esporte, criatura. Aproveita e não fica se rebaixando. Tenta reverter essas coisas pq só vai atrair relação furada mesmo.

  • Milla Santos

    Aff, não sei o porquê muitas mulheres não conseguem enxergar o óbvio, o cara não quer nada, se esquiva, mas não dá fora para não ser chato, e a mulher lá, criando expectativas e ainda fazendo cobranças. Certos homens têm muita paciência…

  • Sagitariana

    Cafa querido,
    Achei essa história um pouco fraca. O que a leitora não percebe é que o cara não quer nada com ela. Acho que a melhor atitude é cair fora dessa, achar outro boy e vida que segue adiante.Quando uma das pessoas envolvidas não está afim, não adianta.Se ela deixar ele de lado, não render assunto, talvez ele acorde. Homem tem muito isso.
    Fala sobre relacionamento a distancia.
    Bjs
    Estou sempre aqui lendo e de olho nos comentários

  • NIna.

    cara, você insiste em publicar coisa antiga, da qual você já comentou antes, já sabe o texto, tá com preguiça? Sabe.. fica difícil manter o interesse aqui.
    Sinto muito, mas, pelos antigos posts… vou te dizer… o Cafa Raiz já era. Agora só temos o Cafa Nutella…
    Ou será que eu q mudei, cresci, amadureci e estou achando tudo muito fraco aqui agora? Pode ser também…