RELACIONAMENTO 17 de julho de 2017

Dia das leitoras – Por que homens somem?

maxresdefault

O post de hoje traz duas histórias com panos de fundo bem diferentes, mas com a mesma questão: Por que eles somem?

História I

Aos 16 anos tive um relacionamento bastante abusivo, onde não conseguia enxergar isso, achando natural meu namoro, porém escutava coisas como: “Vamos transar, você sabia que te amo?”, escutava em momentos em que não estava a fim de transar, se e que pode chamar aquilo de sexo, com prazer totalmente unilateral, com um parceiro que tinha nojo de fazer sexo oral em mulher, mas amava receber uma chupada. Esse relacionamento durou 2 anos.

Cafa > Isso tem raiz na falta de educação sexual que temos quando pequenos. Além disso, a sociedade brasileira é hipócrita, somos conservadores na família, mas liberais na individualidade. No caso da mulher, cria um ser focado na satisfação do outro e do homem um machista egoísta.

Fiquei solteira por um tempo, aproveitei bastante, podemos dizer. Ao  iniciar a vida universitária, morando em república, namorei com um cara por 2 anos, quando eu tinha 21 anos, relacionamento esse que não se diferencia muito do primeiro, perdoei várias traições, namoro muito conturbado, com um cara que também não curtia fazer um sexo oral, e que mandava desculpas de: “Eu nunca namorei, não sei como me comportar” escutava isso ao reclamar que nos víamos apenas 1 vez por semana em alguma festa…

Cafa > Outro exemplo de homem que citei no comentário anterior.  Mas também não dá pra exigir maturidade em relacionamento de uma pessoa de 21 anos. Poucas pessoas (e principalmente homens) estão a fim de levar uma relação a sério. É a fase de (normalmente) sair da casa dos país, provar coisas novas, graduação,  começar a ensaiar uns passos pra independência. São tantas prioridades que namorar fica em segundo plano.

Namorei novamente aos 24 anos por 6 meses, um cara muito massa, que me tratava muito bem, um sexo perfeito, porém a distancia não ajudou muito. Hoje me encontro solteira, podemos dizer que aproveitando bastante, por morar em uma cidade universitária, não precisamos de tinder aqui, nas festas tudo e resolvido. Transo na primeira noite, sou aberta e sincera com os caras que pego, entendo quando eles são uns babacas e não mandam msg, na verdade prefiro que façam isso logo de cara, ao invés de vir com conservadorismos no futuro.

Cafa > Você é tão segura de si, demonstra tanta maturidade, mas soa incoerente quando fala “entendo quando eles são uns babacas e não mandam msg, na verdade prefiro que façam isso logo de cara, ao invés de vir com conservadorismos no futuro” Me soa como uma frustração por o cara ter transado com você e nunca mais ter dado as caras. Se os dois tiveram um envolvimento superficial da noite e ele achou uma porcaria, por que deveria mandar uma mensagem depois?  Da mesma forma que a “relação” aconteceu, ela acabou. Do nada.

Me julgo ser uma mulher independente, e sim, acredito ser interessante. Percebo que minha forma de comportamento, ser amiga da galera, amiga de vários homens, parceira, daquelas que chapa, faço o que tenho vontade, como transar de primeira, se estou afim, o que há de errado? O cara também estava… Bom, gostaria de saber, porque vocês homens tem medo de mulheres assim? Será que deposito uma grande expectativa em vocês, e acabo frustrada? Minhas amigas são muito parecidas comigo, e todas percebemos a mesma coisa, então não acredito ser uma viagem da minha cabeça

Cafa > O medo está na sua cabeça que teve uma criação conservadora e agora que respira liberdade fica em conflito sobre como suas atitudes são encaradas pelos homens. De fato, há homens bastantes conservadores que não querem nada sério com uma mulher liberal. Porém, você coloca o véu do machismo na cara e toda rejeição gira em torno disso.

Pode ser que o cara prefira uma mulher mais introspectiva, que os seus assuntos não são interessantes pra ele, ou o sexo uma merda, como eu falei. Há ainda a possibilidade do cara simplesmente não se envolver com alguém que possui as mesmas características que o melhor amigo dele de bar.

Quando eu comecei com o blog lá em 2007 um monte de amigo falava que eu era louco, que isso afugentaria um monte de mulher, que só atrairia tranqueira e tal. E ainda ficando no anonimato, sem ninguém saber como eu era fisicamente, conheci três namoradas no blog que são ótimas pessoas.

Talvez o círculo de festinhas e bares de faculdade que você frequenta não seja o lugar mais adequado pra conhecer o homem que busca.

 

História II

Ai que raiva de mim! Me apaixonei por um homem casado que parecia estar muito envolvido, ele me cercava de atenção e carinho, e eu boba, ficava encantada com as investidas dele (modo carência ativado) conversa vai, conversa vem, alguns encontros recheados de beijos e amassos… Eu segurei o sexo por alguns dias, até que finalmente marcamos o bendito dia.

Cafa > Já começou errado. Não vou entrar no principal ponto dessa questão, que é o fato dele ser casado, pois qualquer revista Tititi já deu dica sobre isso. Meu ponto aqui é o “segurar o sexo”. Esse foi uma das coisas que eu mudei de opinião ao passar dos anos.

Antes, eu acreditava que o ideal seria não dar de primeira e tal. Só que isso é uma tremenda estupidez. Ela não dá para o cara de primeira, mas já deve ter dado no lustre pra outro e ele mal sabe. A relação começa em um jogo de aparência babaca.

Nesse caso, você bancou a boa moça segurando o sexo, mas estava saindo conscientemente com um cara casado. É um senso de moral bem duvidoso.

Ele me levou pra uma fazenda de um amigo, estávamos sozinhos, ele providenciou o vinho e eu os petiscos. Tudo correu maravilhosamente bem, até que rolou o sexo e eu não relaxei pq ele não quis colocar a camisinha de início, eu insisti tanto durante a transa, que acho que quebrou um pouco o momento. Bem, terminamos, ficamos agarradinhos nos beijando, cochilamos de conchinha.

Cafa > Todos esses detalhes bobinhos como levar pra fazenda, fazer jantinha e dormir agarradinho de conchinha não significam nada. Apenas que o cara é um escroto de fazer cena romântica com uma amante e querer fazer sexo sem camisinha..

Fomos embora, nos beijamos de despedida e tudo parecia que iria fluir tranquilamente. No outro dia um “boa tarde” “adorei ontem” e só… Ops, a luzinha vermelha acendeu, como assim????

Cafa > Você esperava o que? “Olha fulana, você é fantástica! Acabei de terminar com a minha mulher. Quando vamos nos ver?”.

Os outros dias foram seguidos, de algumas mensagens no whats, telefonemas deixaram de existir, algumas demoras em responder as mensagens, mas nunca ignoradas (talvez por educação, sei lá), daí eu comecei a agir da mesma forma, não ligava, demorava a responder, de vez em quando ele me manda um “tô com saudade, preciso te ver” mas não toma nenhuma atitude, tô cansando sabe! Preciso do seu conselho, urgente!!!!

Cafa > Como alguém precisa de conselho em uma situação dessas? Não está claro pra você que virou uma marmita do cara? Ele conseguiu te comer e agora manda umas mensagens tontas pra te segurar e quando conseguir despistar a mulher, sair com você. Meu conselho é simples, seja mais inteligente e pare de sair com esse idiota.

_________________________________________________________________________________________

Quer mandar a sua história para que eu (talvez) comente e publique? É só enviar para cafa@manualdocafajeste.com; Caso queira manter o sigilo e ter certeza que sua história será comentada contrate o Cafa Responde (máx de 2 páginas / arial 12).

  • Tatiane Moura

    kkkk adoro a objetividade do Cafa!

  • Gabriela P

    Não dá pra entender uma pessoa que se relaciona com um homem casado e espera romance… Sai fora desse cara!

  • Gabriela P

    Ninguém me perguntou não mas eu vou contar: conheci um cara muito legal pelo tinder, transei com ele na primeira noite e estamos juntos até hoje e já fui apresentada como namorada :) Isso só reforça a minha hipótese de que as coisas acontecem quando têm que acontecer!

    • http://www.facebook.com/almeidamanda Amanda

      Conheci meu marido no Tinder, fiz tudo que me senti à vontade pra fazer na primeira noite (e foi bastante coisa! Hohoho) e tamos aí, juntos até hj :)

  • Roberta Lara

    Todos esses detalhes bobinhos como levar pra fazenda, fazer jantinha e dormir agarradinho de conchinha não significam nada. Apenas que o cara é um escroto de fazer cena romântica com uma amante e querer fazer sexo sem camisinha.. PERFEITO!!!!! É um escroto, cmg já aconteceu, mas o boy é solteiro. Depois sumiu, claro. Mas o escroto tem 38 anos! TRINTA E OITO! É uma atitude inaceitável pra um ” homem”

  • Sagitariana

    Gostei das histórias, você comentando então… Sobre a primeira história, no meu caso, eu não me sentiria a vontade de me envolver tão profundamente com uma pessoa que mal conheço, mas, vá lá, opção de cada um (sem julgamentos). Relacionamentos devem ser apreciados com moderação, isso tenho aprendido com o decorrer da vida. A leitora vai encontrar alguém interessante, só não ter tanta pressa.
    Quanto a ser traída, é a realidade do país que estamos (talvez da América Latina) e decorrência do jeitinho brasileiro, muita gente acha normal trair, acha engraçado, se vangloria disso, inclusive. O machismo é um dos principais culpados por isso também, ao condicionar a afirmação de um homem com o número de mulheres que ele “possui”, como se elas fossem objetos.
    Bjs Cafa
    Obrigada por atualizar com mais frequência.

  • Nathalia Machado

    Gostei do conselho para as histórias
    Acho que a minha ficou muito confusa,por isso não será publicada.
    Mas acho que a resposta ia ser a mesma que na segunda história

  • Nathalia Machado

    Vish
    ..não mandei em Arial 12 :v

  • Aline Ribeiro

    Amei a última história. Ri horrores sozinha aqui. Como pode uma pessoa se colocar numa situação dessas?