RELACIONAMENTO 8 de maio de 2016

Dia das leitoras – Será que ele esqueceu a ex?

lifebuzz-50ba0771403e5fb02c3ca719ed69d271-limit_2000

(como está difícil escrever a Sexta das Leitoras, mudarei para “Dia das leitoras”, assim posso publicar qualquer dia)

No início de um relacionamento,  o histórico com a ex é um tabu. Não importa quão resolvida seja a garota, surgiu menção à ex, a cara fecha.

Obviamente que ninguém gosta de ser comparado com o outro ou que o antigo affair do cara venha a tona toda hora. Porém, dependendo de quanto tempo durou a relação, a pessoa fez parte do passado e vivências do cara, é normal que vez ou outra ela seja citada.

Na história dessa semana, temos um caso desses. Porém, há indícios de insegurança da garota e de sentimento represado do cara pela ex. Caso difícil, mas vamos lá.

“Em dezembro passado, conheci um cara no Tinder. Conversamos por uma semana inteira e era gostoso como o papo fluía. Tínhamos (e temos) muitas coisas em comum. Falo que ele é minha versão masculina. Enfim, combinados de sair numa sexta à noite. Como previsto, a saída foi ótima, ele – depois de algumas decepções por lá – realmente foi um achado”.

Cafa > Esse é o “problema” do Tinder, a pessoa que você curtiu a embalagem, não vem com nenhuma indicação da qualidade do produto. É o mesmo que você ir ao mercado no exterior comprar cerveja. Se você não conhece ninguém para recomendar, vai quebrar a cara tomando muita água de mijo até encontrar algo que preste.

Costumo dizer que o Tinder está virando uma Serra Pelada, é muito garimpeiro para pouca pepita. Cada vez o buraco vai aumentando e há coisas por lá que até o capeta assusta. Ouvi dizer que o Happn está melhor, fica a dica.

Enfim, você teve sorte, mas não tem nenhum(a) amigo(a) para lhe trazer informações sobre essa relação com a ex.

No fim da noite ficamos, rolou aquele encaixe, mas faltou aquele “click”. No dia seguinte saímos novamente, apesar de não estar muito empolgada. Achava ele um fofo e resolvi deixar rolar…

 Cafa > Acredito que o “click” rola no máximo até o quinto encontro, depois disso é apenas uma acomodação, pois a pessoa é bacana, tem a ver contigo e rola afinidade, mas aquele misterioso toque que torna uma pessoa única, não acredito que surja depois de meses/anos. De qualquer forma, isso não invalida de você curtir o cara enquanto for bom.

Saíamos praticamente todos os finais de semana, e sempre achei que ele estivesse muito “A+” do que eu. Depois de duas semanas, ele me questionou se eu “achava que era cedo demais”. Falei que sim, que estava curtindo do jeito que estava. Na real, naquele momento, não estava procurando nada sério…

Ele começou a ficar mais distante, não sei se pela minha resposta, mas enfim…comecei a sentir esse gelo e a querer que ele voltasse a ser como antes…Tudo isso foi potencializado com o fato de meus amigos terem gostado bastante dele, numa das nossas saídas em que eles foram apresentados…

Continuamos a ficar, eu já um pouco mais afim, e num determinado dia perguntei pra ele sobre a ex. (Eles namoraram durante 4 anos e o relacionamento acabou quando ela resolveu morar na Suécia em abril do ano passado. Ou seja, não foi por falta de amor). Nesse dia, perguntei se eles ainda se falavam, se eles tinham combinado alguma coisa quando ela voltasse, e se ele voltaria com ela. Ele me disse que eles ainda se falavam, sim, porque às vezes ela se sente muito sozinha (quando conheci ele, ela já namorava um cara que conheceu lá), que a ligação que eles tinham era muito forte e que não sabia se eles voltariam. A passagem de volta dela está marcada para junho, mas ele havia dito que achava muito improvável que ela voltasse.

Cafa > Eu tenho minhas dúvidas sobre congelamento de relação do tipo “Vou ali morar um ano fora, dar uma namorada pra passar o tempo e depois voltamos à programação normal quando voltar”. Isso é uma racionalização de sentimento meio absurda e desconfio que funcione. E que diabos é isso de ela se sentir muito sozinha por lá se está namorando um sueco? Não faz sentido.

Agora, o cara não saber se eles retomarão a relação é um problema.  Por mais que na sequência ele fale que seja improvável, há a possibilidade. E se ele não quer, não voltam. Resumindo, ele tem vontade de voltar sim.

Eu, como boa ansiosa e autosabotadora que sou, falei que não via sentido da gente continuar se ele ainda tinha essa dúvida e “terminei” com ele.

Cafa > Não acho que isso é autosabotar, é analisar um discurso e ver que o cara não sabe o que quer da vida (ou melhor, sabe e talvez você não esteja no plano).  

Ele ficou sentido com essa minha invasão e sumiu por dois dias. Voltou me chamando para conversar e disse que tinha pensado, que entendia meu lado, e que tinha decidido que se ela voltasse ele não iria voltar com ela.

Cafa > Ah vá..que ele tivesse pensado antes de você ter tomado uma atitude e o colocado na parede. É fácil agora falar qualquer coisa que te agrade para voltar contigo. E outra, você não fez nenhuma invasão aqui, apenas foi coerente.

Voltamos a ficar. A cada dia que passava nosso entrosamento e meu sentimento por ele aumentava, e eu não via a hora de ele me pedir em namoro. Esse dia chegou no dia 04 de março J.

Mas meu problema é: me sinto muito insegura com a ex dele! Odeio a história que eles viveram juntos, odeio o fato de ele ter me dito que a ligação deles era muito forte. Me assusta muito a possibilidade de ela voltar, ele ficar balançado e me dar um pé. Ele demonstra gostar muito de mim, mas o meu medo maior é essa afinidade que eles tinham…Porque eles não terminaram por falta de amor. Ela resolveu viajar e “abandonou” ele aqui. E, na minha cabeça, homem nesse tipo de situação demora muito tempo pra se desvincular. Se é que um dia isso acontece, né…

Cafa > Você está certa de sentir insegurança, principalmente depois de ele ter deixado escapar que há a chance de voltarem. Só que um ano é tempo considerável, ainda mais se eles não se encontraram nesse período, e pior, ambos começaram a namorar.

Digo por experiência própria, tive uma ex que gostei muito. Brigamos, terminamos e voltamos até que um dia ela me disse que faria um curso no exterior. Tentamos fingir que daria certo, mas depois de alguns meses eu sabia que a cabeça dos dois começaria a coçar e assim terminamos novamente. Cada um curtiu sua vida, mas com a promessa que iríamos nos rever quando ela retornasse. Isso de fato ocorreu, mas quando você mora fora por um tempo, volta outra pessoa. E apesar da química ser a mesma, simplesmente não tínhamos mais nada a ver. Ainda rolava um carinho grande pelo outro, mas não para continuar namorando.

Outra coisa que me incomoda também é o fato de ele não ter apagado as fotos dela do facebook/instagram. Não quero me apegar ao passado, de uma época que ele nem me conhecia ainda, mas acho que esse tipo de coisa só demonstra o quanto ele ainda está ligado ao passado…Já pedi pra ele apagar e ele falou que faria… me ajude! hahaha

Cafa > Aff. Não sei o que é pior, ele manter foto da ex ou você pedir para apagar.

Já conheci bastante garota que deixa fotos no FB/Instagram de ex. Tipo, uma foto com a galera junta, normal, mas foto de beijinho na beira da praia é de morrer (pior quando não me mete uma edição podre pra inserir um coração em volta).

Pra mim não tem desculpa. É o mesmo que você entrar na casa de um cara e ver no criado-mudo um retrato com a ex. Bizarro, não? Por que no mundo online seria diferente? Se a foto é legal, vai pro baú (no caso, para um arquivo morto no computador).

 Acontece que, para algumas mulheres mudar status de relacionamento e deletar foto das redes sociais é o símbolo definitivo do fim, e pelo visto ele não quer dar esse recado à ex. Isso só me leva a crer que a mensagem que ele quer dar é que ainda gosta dela.

Porém, se o cara está contigo e foi atrás, é porque há algum sentimento (ainda que diferente do que possui pela ex). E para isso aumentar, não é tentando apagar o passado com a ex, mas construindo um presente melhor entre vocês. Ou seja, viva essa relação com confiança no que você é, pois quando a ex voltar você terá o seu lugar.

______________________________________________________________________________________

Quer mandar a sua história para o Dia das leitoras? Não posso garantir que responderei todas, mas se for algo interessante e resumido, as chances aumentam. É só enviar para cafa@manualdocafajeste.com

 

  • Soraia Ribeiro

    Nossa!! Muito prazer Cafa…. Adorando esse blog, só me questionei porque não o descobri antes….rsrs. Mas ok veio em boa hora. Estou solteira após 5 anos de casada e confesso que é meio louco essa “readaptação” no mundo dos solteiros. São cada histórias, cada cara que chega em você com os xavecos mais bizarros e das mais diferentes formas… enfim da um pouco de preguiça essa coisa da paquera, esse mimimi todo de será que ele esqueceu ex, será que me acha vadia pq fui pra cama no primeiro encontro, essa coisa de “estar se conhecendo” urghhhhhh… mas vamo lá, a vida é pra ser vivida e da melhor forma possível…. bora aproveitar!!! E o manual do cafajeste está aí para nos ajudar e nos divertir com as mais bizarras situações…. PS. Devorando o blog!!! Bjos

    • Helen Malakowski

      Nossa Soraia, você me descreveu perfeitamente! Tanto na relação com o blog ( meu deus porque não conheci antes e tb estou o DE-VO-RAN-DO!! hahaha) como no fato de que tb sai recentemente de um relacionamento de 5 anos casada e tô tentando aprender como é essa vida de ser solteira, já que praticamente nunca á tive (comecei namorar com 16 anos!!!! = idiota).

      E o que mais vejo nessas histórias – e na vida – é o quanto as pessoas perdem tempo com isso de ”será que dou no primeiro encontro” / ”como faço pra ele gostar mais de mim ” / ”será que esqueceu a ex” e nossa , entendo que são personalidades diferentes , mas no geral é tão chato que as pessoas sejam menos simplistas e não consigam ver que MEU DEUS VI-VA o que tá acontecendo no momento!!! Me dá uma certa preguiça tb desse flerte e disso de se relacionar…

      O meu momento por exemplo consiste em estar no Tinder e marcar um sexo casual, e juro não entendo porque não deveria já que vejo o mesmo pau por 5 anos e agora quero ver outro?

      Fugindo um pouco do assunto da leitora dessa semana , mas já falando sobre o que leio muito no blog e algo que o Cafa tb abomina: Acho que ninguém deveria julgar ninguém por dar no primeiro encontro ou por mulher também só querer sexo. Necessidades .. faz parte da vida!

      Por exemplo você , Soraia, duvido que se está bem resolvida com o fim do relacionamento não tá a fim de sexo com outros caras? E isso não deveria soar como ”pecado” e sim como normal.

      Adorei sua opinião, se puder vamos compartilhar experiências já que estamos no mesmo barco. beijinhos

      No mais adorei que tenhamos isso em comum porque ando meio perdida nesse novo mundo , confesso… Muita coisa mudou. fato!

      • Soraia Ribeiro

        Helen sua linda!!! Adorei a resposta, super bem resolvida, é isso que precisamos, viver o momento sem se preocupar com a “opiniões alheias” de gente que vive baseado em “achismo”, ou melhor não vive né?
        Enfim te seguindo e claro, adoraria compartilhar experiências, algumas muito engraçadas inclusive não é mesmo? Pq é cada uma que acontecer nesse tinder, no dia a dia, na vida que não nos resta outra coisa a não ser rir muito e se divertir horrores com azamigatudo…. rssrsrs. Beijossssss

        • Helen Malakowski

          Soraia sua maravilhosa, assino embaixo em tudo que dissesse. Pfvr, me adiciona no insta pra batermos um papo sobre /helenmalakowski

          • Soraia Ribeiro

            Helen ja add!!!! Bjoooossss

  • Lilian Bueno

    viver com fantasma de ex em relacionamento é difícil… as vezes a comparação é velada…. as vezes bem direta e o pior que em alguns casos a família e os amigos não ajudam… falam do(a) ex o tempo inteiro… não tem relação que resista…

    • Soraia Ribeiro

      Olha convivi com esse fantasma durante meu namoro e os primeiros anos de casada. Era a família que não me deixava esquecer, mãe, pai, cachorro, papagaio, gato, irmãs, enfim, quando por fim desencanei, descobri, assim sem mais nem menos, caindo no meu colo que todas as nossas brigas ele ia correndo procura-la… poxa isso pra mim foi o fim e o pior, com a ajuda da família… Cara, não sou ciumenta, nunca fui, e nunca fui de pegar no pé, não sou insegura, e tals… Mas isso so mostrou pra mim uma coisa: onde ha fumaça há fogo, eu que sou assim toda desencanada, quando desconfio de algo é pq aí realmente tem… por fim terminei um casamento de 5 anos, pq não da pra levar uma vida a dois sem confiança…. Relacionamento deve ser pautado no respeito e na confiança… sem isso não sobrevive…. O melhor a fazer é seguir em frente!!!! Foi o que eu fiz… e hoje estou, em paz e com o coração e a alma leve!!! Sei me valorizar e sei que quando gosto me entrego, sou fiel, sincera, por isso o cara pra andar de mãos dadas comigo tem que merecer e muito, mostrar que tem valor… só assim, senão prefiro ficar solteira!!! E acho que é esse o caminho, mulherada, vamos nos valorizar, valorizar nós mesmo, pra depois valorizar quem estiver do nosso lado!! Esse e o caminho de um relacionamento feliz e completo… na minha opinião… Bjossss Cafa!!!

      • Sagitariana

        Concordo com suas palavras Soraia. Confiança é igual cristal, quebrou, não cola mais. Por essas e outras coisas que eu não perdoo traição. Eu acho que quem faz uma vez, faz várias, só é ter oportunidade.

  • Lívia Correia

    Sou meio suspeita pra falar, pois não apaguei as fotos do ex do instagram e as do Face eu coloquei em um album restrito. Acredito que alguém que passou um tempo significativo não some apagando fotos de redes sociais. Se foi um namoro de mto tempo, entao, marcou a vida e as vezes muitos momentos importantes. Acho muita insegurança pedir pra apagar tal, claro q se for mil declarações a gente entende.
    Mas acredito mais na solução final que o Cafa deu, Fazer um presente maravilhoso, para que o passado nao seja um desejo de futuro, e que fique apenas no passado. O q se foi não da pra ser desfeito, só podemos fazer novas lembrancas e momentos.

  • Monique Misael

    Cafa, toda vez que venho ler o blog me sinto a adolescente que eu era anos atrás quando vinha aqui correndo ver se tinha post atualizado. (risos)
    Como estão as coisas na Austrália? E seus colegas de quarto estão menos mala?
    Beijos.

  • Maria ana

    Eu estou passando por algo parecido, ele namorou 5 anos com uma menina e terminou faz 4 meses. Estamos ficando, nos conhecendo, mas é extremamente dificil fazer ele esquecer ela. Tipo, não falamos sobre e nem nada do tipo. So falamos sobre isto uma unica vez. Mas, eu meio que me sinto pisando em ovos quando falo qualquer coisa com ele. Não gosto disto…