RELACIONAMENTO 16 de setembro de 2015

Rapidinhas do Cafa – parte I

rabbit-edit

Recebi tantas perguntas que resolvi dividir a Rapidinha em dois posts. Vamos lá:

Leitora: Fomos para o motel e chegando lá o cara parecia meio inexperiente (ou romântico), e eu afim de levar uma “surra”. Ai foi aquela meia boca e conversamos. Por fim o abestalhado me trouxe em casa e sumiu. Fdp mandou mal e ainda some. Achas que foi o que??

Cafa > Ué, da mesma forma que você achou uma merda, ele também. O cara reparou que não rolou química e provavelmente esperava que você fizesse amor e não sexo. Se ambos estivessem de fato se curtindo, iam relevar a primeira transa (que nem sempre é a melhor) e aos poucos iam descobrindo o que cada um gosta e como melhorar. Mas pelo visto o intuito dos dois era apenas carnal.

Leitora: Como saber se entrei na friendzone?

Cafa > “Friendzone” é um ótimo americanismo para dizer que você entrou no freezer da geladeira, tal qual um pote de sorvete com feijão congelado dentro.

Geralmente o cara nunca puxa assunto contigo e não prolonga conversas no Whatsapp e afins; sempre inventa uma desculpa para não te encontrar e quando rola, há outras pessoas envolvidas no encontro (como amigos) e ele não te beija.

Veja bem, ele pode sim te procurar de novo, mas será apenas porque ele não encontrou nenhuma outra opção melhorar pra passar a noite. Melhor descongelar o feijão a passar fome, né?

Leitora: Cafa, é verdade que alguns gringos nao flertam? Um inglês no caso, só fica de sorrisinhos e nao faz nada.

Cafa > Depende da nacionalidade (e óbvio que há exceções, mas estou falando pela média e o que eu presenciei). Geralmente americanos, ingleses, nórdicos, holandeses e belgas não são de chegar em mulher, já que no país deles são as mulheres que vão pra cima. Aqui é a velha história de quem nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? As mulheres chegam neles porque eles são lerdos ou eles não chegam nas mulheres porque elas são atiradas?

Esse é um movimento que vejo crescer no Brasil e não acho bacana. Brasileiros, espanhóis, italianos e argentinos são famosos por terem pegada e isso começa pela atitude que possuem em chegar na mulher.

Leitora: O cara se toca que o pau dele é pequeno?

Cafa > Geralmente a maioria dos homens cresce achando que o pau dele é pequeno e o motivo é muito simples. Nosso primeiro “contato” com pinto alheio armado é em filme pornô. E convenhamos que nesses filmes os caras possuem uma bengala entre a perna. Quando ficamos pelados ao lado dos amiguinhos no banheiro da escola, o pinto de todo mundo ta murcho, não é uma base pra analisar, e só os menines ficam manjando rola no banheiro. Por mais que tiramos medidas 5x por semana quando adolescentes, apenas tomamos noção da arma que possuímos ao receber elogios (ou não) das garotas que transamos.

 Leitora: Quando vc largou tudo para viajar pelo mundo, houve alguma situação que te motivou para isso? E o que foi mais difícil desapegar da sua zona de conforto?

Cafa> Eu já estava desgastado há dois anos e empurrando minha vida com a barriga. Houve uma série de pequenas situações que todo dia iam me levando para a decisão, mas nunca tinha o estopim. A decisão final eu nunca me esqueço, nem trabalhando eu estava. Era carnaval de 2014, eu tinha ido para Bahamas sozinho fugir de bumbos, tambores e abadas para passar o feriado inteiro mergulhando e refletindo. Na segunda noite eu estava na varanda do hotel, quase no final da garrafa de vinho, ouvindo Offspring (I choose) e comecei a reparar nas pessoas na piscina, essencialmente aposentados e famílias. A minha vida era um mix do pior daquilo, eu estava estagnado como um aposentado e vivendo como um pai de família sem família. Não tava certo.

O mais difícil desapegar foi exatamente o que compõe a zona de conforto: estabilidade e rotina. Você pode reclamar do seu emprego, da vida e blabla, mas enquanto tem um emprego, o dinheiro caindo na sua conta, sua casa, plano de saúde e pequenos luxos você tem analgésicos pra uma dor. Só que analgésicos não resolvem a doença, certo? Eu entendi a causa da minha “doença” e consegui viver sem os analgésicos. Óbvio que não virei um hippie louco, fiz cálculos e reservas para não passar necessidade durante o período que eu precisava para mim, só que consegui atacar a doença.

Leitora: Ate que ponto ser difícil é interessante? Qual a linha tênue pra vocês que difere dificuldade de cu doce?

Cafa > Geralmente quanto mais gata e gostosa uma mulher, mais cu doce ela faz, pois mais homens a disputam. Famosa lei da oferta e demanda. Isso é um saco, pois tem mulher que realmente não está a fim e ai o cara chega todo simpático e educado para conversar e ela dá um fora escroto. Por outro lado, mulher chegando com cantadas é constrangedor e parece desespero (reclamem feministas). O famoso olhar 3 (segundos) já sinaliza que você está a fim.

Leitora: Sobre os caminhos que podem levar a uma traição e sobre o que você pensa a respeito de mulheres que se contentam em ser amantes

Cafa > Os caminhos são inúmeros. Pode ser mau caráter, pode ser carência, falta de perspectiva, falta de sexo, etc, etc. Eu acho que há uma tríade que precisa estar bem estabelecida para não ocorrer traição: carinho, sexo e perspectiva. Se você gosta da pessoa, há química/sexo frequente e você tem planos futuros, a traição tende a não ocorrer.

Sobre a segunda questão, são mulheres incompletas e cansadas. Elas não conseguem ser a primeira e contentam-se com o banco de reservas numa hipotética (e rara) possibilidade de virar titular.

Leitora: nessa sua viagem você comprou algum presente pra peguete? Pq um cara com quem eu fiquei poucas vezes foi pra fora, e apesar termos nos falado pouco nesse período (e era sempre eu que puxava assunto), ele me trouxe um presente da viagem e eu fiquei sem entender o que ele queria

Cafa > Comprei nada. Essa viagem foi completamente fora de padrão.

Sobre o seu caso, é bem esquisito mesmo. Eu apenas trazia presentes para garotas que eram mais que meras peguetes. Não faz sentido algum trazer presentinho pra alguém que você não se importa. Porém, se o cara te trouxe um imã de geladeira ou algo de baixo valor, pode ter certeza que ele trouxe uma sacola cheia dessas bugigangas e saiu distribuindo pras Tinderelas tal qual um Papai Noel da 25 de Março.

Leitora: E normal um homem não gostar de receber sexo oral? Dizem boquete são flores p os homens… Acho q não! Obs: não é cogitado a possibilidade de q EU não saiba fazer! Pq ele não deixou nem chegar perto

Cafa > Flores não! Digamos que é um chocolate para os homens. Hehehe. Não é nem um pouco normal. Provavelmente ele estava com uma moita lá embaixo, ou tinha operado fimose recentemente, ou portava fungos/candidíase ou simplesmente estava com o pinto sujo. Você tentou fazer de novo em outra situação depois de algumas semanas?

(continua)

  • Steffany Moura

    Realmente estava sentindo falta dessa dinâmica mais prática e objetiva que você costumava manter e eis que ela voltou o/
    De fato, ajuda muito a esclarecer as dúvidas que nos surgem diariamente, tanto sobre a vida quanto sobre você.
    Sempre mandando muito bem, Cafa.
    Estou adorando.
    Um abraço

  • Lu

    Achei sua definição de friendzone equivocada, não sei, posso estar errada também… Mas que eu saiba não tem a ver com estar na geladeira ou o cara não puxar assunto, e sim acabar sendo amiga do cara e ele não te ver como nada além disso.

    • Paloma Brito

      Então…

    • Gi

      Acho que amigo de cu é rola, nao acredito muito em amizade de homem e mulher.

      • Paloma Brito

        Kkkkkkkk. Credo.

      • claudia

        exato. Se o cara quisesse amizade não procuraria numa mulher, quando existe esta amizade ou a mulher é feia ou o cara ainda não conseguiu pegar.

  • Jack Souto

    Admirável você sair da zona de conforto e buscar novos desafios que lhe proporcionassem mais que satisfação financeira! Viver com plenitude vai muito além disto! Só quem já passou por isso sabe o quão difícil é!! Parabéns Cafa!!

  • Ana Paula Dantas

    Gostei desse post, tava sentindo falta dessa dinâmica, de parecer realmente um bate papo com o cafa. Lembro que o que eu mais curtia no antigo blog era isso, suas respostas aos comentários, seu humor meio acido, o blog ta ficando cada dia melhor.

  • Paloma Brito

    Essa quentão do cu doce também serve para os homens. Se o cara fosse cu doce, a pontuação caía quase 50%. Poderia ser quem fosse.

  • Kika

    Já fiquei com um cara que disse não gostar de sexo oral. Confesso que achei estranho. E não tinha desculpa de estar sujo, pois tinha ido para casa dele e quando cheguei estava saindo do banho. Me disse que gostava de fazer, mas não gostava de receber. É ou não é estranho?

    • wellington

      Muitas vezes recebe-se mal. Não sei se é mito, mas falando por mim, eu mesmo não gosto muito não, prefiro fazer mesmo, de boca cheia, até que ela acuse ter chegado no céu, mas sempre que recebi recebi mal, não vi graça até hoje, mas sempre dou oportunidade pra ela fazer, “vai que essa sabe” penso eu. Quanto ao mito, dizem que apenas um homem sabe chupar outro homem (no caso viado) não testarei a veracidade dessa afirmação (rsrsrs) fico aqui na esperança de encontrar uma que saiba – ou que ela aprenda. Abs.

      • Kika

        A esperança é a ultima que morre, não é mesmo hehe…Bem, acredito que não seja eu o “problema”. Já que ele não nem me deixava chegar perto. E me dizia que preferia fazer. Porém, não soube fazer.
        Assim, como existem mulheres que não sabem, há também homens sem o menor tato que acham que é só chegar e colocar a língua e ainda acreditam que são ótimos em sexo oral. Bem, nos que já fiz, quando rolava outros encontros sempre me pediam pra fazer novamente, então, não devo ser de toda ruim kkkkk

        • Lu 2

          Pois é, Kika… A maioria dos homens não sabe fazer sexo oral. Dão duas lambidas e acham que arrasam. Mas também, quando encontra um que sabe é uma maravilha. Já falei em outro post e repito: homens, aprendam a fazer sexo oral. Em vez de se preocupar com o tamanho do pau, vai se preocupar em aprender outras coisas que muitas vezes são até mais legais que a penetração.

  • Raiza

    Discordo dos mericanos não chegarem em mulher. Morei um ano na terra do Tio Sam e choveu homem (It’s raining men, hallelujah!). E eles tem pegada, sim! Ah que saudade… Já europeu é meio lerdo mesmo.

    • http://www.andandoporaii.blogspot.com Marcela

      Amiga Europa é um continente… Fica a dica! Rsrs

  • Anarita

    Ah Caffito que Saudades ^^
    Amando o retorno do seu blog, o qual ajudou a definir minha forma de vê o mundo masculino e agir com os homens, e as rapidinhas, junto com suas desventuras são a maior delícia desse blog.

    Sobre os Europeus, ah que cansaço… Concordo com vc, achei os Ingleses e Franceses mui parados, não chegavam, em Londres cheguei a ser abordada numa balada para elogiar o meu bumbum ><, que para eles era perfeito, o máximo de uma cantada que vi eles fazerem , não vi química ou sedução na forma deles chegarem, não tive a mínima vontade de ficar com ninguém nesses países a não ser um brasileiro, ahhh os brasileiros ^^. Massss já os Italianos, Portugueses e Espanhois, esse último de uma forma absurda, exalam sensualidade, sedução e pegada.

  • Geórgia

    menines kkkkkkkk