RELACIONAMENTO 5 de outubro de 2015

Reviravolta na minha vida e despedida

Looking-Out-the-Window-at-the-Airport

Era mais um sábado na minha rotina mista de adolescente com aposentado, isso é , vivendo como um jovem sem responsabilidade com hábitos de um idoso usando samba-canção 80% do dia e lendo jornal todas as manhãs.

Naquele fim de semana fazia o típico inverno santista, chuvisco e vento que duram dias. Eu estava sem paciência pra balada, caçar mulheres em aplicativos ou ativar algum contato cansado no meu Whatsapp. Preferi pedir pizza com meus pais e bater um papo com a minha mãe ao longo da noite. Eis que dois emails vieram agitar a nova temporada da minha vida.

O primeiro email recebi naquela noite, de uma leitora simpática que pedia indicações de bares para solteiros em São Paulo. Saquei a segunda intenção e com o email dela fucei seu Facebook. Gostei do que vi e sugeri de apresenta-la pessoalmente algumas opções no final de semana seguinte. Ela topou.

Já havia planejado todos os dias. Sexta sairia com ela, sábado com meus amigos solteiros, domingo ressaca e segunda resolver algumas pendências pessoais e depois voltar à Santos. Mas as coisas saíram do planejado.

Eu não tinha mais onde ficar em São Paulo, havia me desfeito da Cafa House semanas antes de começar minha viagem pelo mundo. Porém, um amigo disse que eu poderia ficar na casa dele, já que havia três quartos e ele desceria para a baixada no sábado de manhã.

Além do apartamento, eu também tinha desfeito do Cafa Móvel. Só que vendi para o meu pai e seria com ele que pegaria a estrada. Acontece que na venda eu descontei valores de revisão periódica e dos pneus que precisavam ser trocados. Meu pai, como bom mão de vaca que é, só tinha trocado o óleo do motor.

Chovia forte e o estado dos pneus era lastimável, não dava pra pegar estrada. Fomos trocar os pneus, o que me fez perder duas horas.

Já na estrada, me dei conta que o combustível estava na reserva e tive que entrar em Diadema para encher o tanque. Cheguei no horário do rush em São Paulo e me atrasei em mais de três horas do combinado com a garota. Pelo menos era uma sexta e ela acabou me esperando em um happy hour da empresa que trabalha.

Busquei-a no bar e o combinado era passarmos na casa do meu amigo para eu me arrumar (e claro, já tentar uma investida nela lá mesmo). Só que assim que cheguei ao prédio, dei de cara com meu amigo na portaria, sua namorada e um casal de amigos dela.

Foi uma situação chata, pois eu mal conversei com a garota e já tinha que apresenta-la a dois casais. Sem contar que ela teria que ficar conversando com eles, enquanto eu me duchava. Uma forçação de intimidade que eu não queria, mas não tinha o que fazer. Pelo menos, além de paciente, ela não é tímida e se virou bem.

De lá fomos para à casa dela. Esperei-a no sofá, enquanto ela se maquiava e fiquei pensando se deveria ataca-la ali ou não, mas seria forçar demais a barra e achei melhor esperar um pouco, pelo menos até nos conhecermos melhor. Sim, com a idade fiquei mais devagar e romântico.

No bar o papo fluiu muito bem e o beijo melhor ainda. Um excelente encaixe. Depois de uma garrafa de vinho voltamos para a casa dela e rolou uma boa pegação na sala. Transamos. Na manhã seguinte eu já não tinha vontade alguma de sair com meus amigos solteiros e acordar de ressaca no domingo. Ela também tinha curtido e combinamos de ficar juntos no final de semana.

Fui até a casa do meu amigo pegar minhas coisas. Já de volta na casa da garota, fiz uma Cafarronada e dormimos. Ao despertar, olhei meu celular e vi que tinha mais de dez ligações do meu amigo. Ele desistiu de ir pra Santos, e como eu estava com a única chave do apartamento e na impossibilidade de abrir a porta, chamou um chaveiro. Como se não fosse pouco, ao entrar no apartamento mais uma peraltice minha. A cozinha estava completamente alagada. Quando fui ao apartamento dele naquela tarde, tinha pegado um copo d´água e não fechei a torneira direito. Como a pia estava entupida, a cozinha virou uma lagoa. Para coroar, a água que vazou apodreceu os pés do movelzinho de fórmica ao lado da pia e o fogão elétrico se espatifou no chão. Gastei uma grana que eu não queria/planejava.

O restante do final de semana foi muito bom, parecia que eu conhecia a garota há anos. Supostamente, após o exame médico que eu tinha na segunda-feira (exigência para aplicar para o visto australiano), eu voltaria pra Santos. Porém, decidi passar aquela noite com ela. No caminho para a casa dela, apaguei todos os aplicativos de paquera, já não faziam mais sentido.

No fim de semana seguinte ficamos mais uma vez juntos e a intimidade só crescia. Porém, hoje recebi um email da embaixada australiana com a aprovação do meu visto. Em menos de três semanas estarei do outro lado do mundo, com passagem só de ida. Mais uma história que tinha tudo pra dar certo, mas o destino achou que não.

  • Bia Hoffmann

    Que merda Cafaa! Quando vi o título do texto pensei que tu ia nos abandonar mais uma vez!

  • Paloma Brito

    Mas vocês não morreram, né, Cafa!? ^^ Quem sabe um dia não se reencontram?

  • Francielly Costa

    Cafa, pense pelo lado positivo, se você não fosse viajar e ficasse com a garota, a rotina e cobranças poderiam bater a porta e essa história não seria assim, tão gostosa de se contar e de se ouvir.

  • Mariana Darafiori

    Nossa , achei que estava nos abandonando novamente !

  • Jana Monte

    Cafa fiquei na dúvida….
    Foi só vc compartilhando a história ou vc vai nos deixar novamente?
    Momento ansiosa rsrs.
    Se for só uma história…
    Então… que droga né… Eu me questiono pq que algumas coisas coincidem para que uma delas não dê certo.
    Isso acontece cmg com mais frequência do que deveria…
    Mas bem, como já disse, se isso não for uma despedida (até pq na Austrália tem internet) nada impede um “troca – se um jantar romântico por uma companhia no fim da tarde” 😉

  • Simone

    Acho q nao ia durar 2 meses. Mas…. Podem se reencontrar. Aconteceu isso comigo…. Fiquei com uma pessoa 13 anos atrás. Em 2013 nos reencontramos e mês passado completamos 1ano de casados!!

    • Eunice

      sortudaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • Jordana Proença

    Cafarronada.. que coisa brega! hahahah
    É só manter contato com a menina, skype, whats e td mais… qm sabe ela não te visita la? Ou cada um aproveita onde estiver e qdo vc voltar conversam….

  • Cinthya Menezes

    Já pensou em chamar pra ir junto? Não custa nada tentar… Vai que é só isso que tá faltando na vida da menina pra ela largar tudo e se aventurar?! Isso não quer dizer que irão investir em algo sério, mas uma experiência boa compartilhada. (E nos leve também, por favor!) bjuu

  • Stephany Tety Cardoso

    E você vai deixar o blog de novo? :/

  • Elaine

    Que maravilha! Tem algo em vista por lá? Esse manual está sempre te rendendo Boas surpresas. Boa sorte e sucesso em tudo que você se dispuser a fazer.

  • Ana Paula Parice

    Não creioooooo!!! Poxa eu não teria coragem de ir, eu sempre abro mão dos meus sonhos para “tentar” viver um grande amor, mesmo acostumada que nem sempre dará certo.

  • Elizangela

    Nervosa esperando a resposta , espero que a história continue no próximo capítulo e que não vá embora novamente.

  • cafa

    Meninas,
    estou indo embora do país, mas não da vida. A despedida refere-se à
    pessoa que tenho contato físico, não virtual. Ou seja, o blog segue. De
    qualquer forma, obrigado pelo carinho e mensagens =)

    • Jack Souto

      “Meninas, estou indo embora do país, mas não da vida” Eu ri.(hahahahahaha) Cafa boa viagem a você, sorte e sucesso na terra do Canguru! Despedida é um evento como qualquer outro enquanto se vive, mas nenhum dos planos de Deus podem ser frustrados, se você e garota tiverem de se tornarem um casal, se reencontrarão no futuro. Um beijo!

      • Serginho

        quero te lamber todinha

    • Mariana Staudt

      Poutz vc tá indo indo mesmo…

    • Amanda Paiva

      Vaga na mala? Hahahah

    • Flávia M. Costa

      Cafa…. boa viagem… por favor faça um post depois contando as coisas boas e ruins da Austrália, estou louca para passar uma boa temporada aí. Beijo Grande! 0/

    • Eline Valente

      Mantenha o seu blog sempre atualizado Cafa, super me identificou com suas histórias… Boa viagem. Um grande abraço!

    • brabul

      ufa! Eu já estava pensando: “poxa, mal voltou e já vai embora de novo. Foi bom enquanto durou. :)”

      Sortuda essa garota. Eu daria uma falange do dedo mindinho pra ser sua amiga.

      Beijocas.

      • Sol

        um cafa é sempre um cafa

    • Dinho

      isso ae ,que voce coma muitas xoxotas gringas mano

  • Camila ( carioca)

    Cafa, se for alguém especial, vcs vão se reencontrar. O mundo dá muitas voltas….quem sabe ela não vai te visitar lá? Cada escolha uma renúncia, that´s life. Bjão

  • Amanda Paiva

    Sinto falta de quando minhas histórias acabavam assim e não com “não é um bom momento para um relacionamento serio” e os caras aparecendo namorando outras. Kkkkkk ta ruim, viu? Aceita companhia pra Austrália? Hahahaha acho que vou na mala em fuga!

  • Lu

    Ei, Cafa.
    Nunca comentei aqui.
    Por um momento achei que estava nos abandonando, mas estou feliz por não está. Gosto muito dos seus textos e sempre acompanho as postagens.

    Nunca se sabe o que o destino reserva, então você ainda pode reencontrar a garota, afinal nada é impossível.

    Desejo boa sorte nessa nova fase da sua vida. Espero que Austrália lhe dê ótimas experiências para dividir conosco.

    Abraços.

    • Dilcéia

      só ele ?

  • Eliza Machado

    Que legal, cafa! Adoraria fotos suas na Austrália, mas acho que não rola :

  • Na

    Putzzzz… Me arrepiei aqui… “Mais uma história que tinha tudo pra dar certo, mas o destino achou que não.” Quantas vezes já senti isso na vida! Felicidade em sua nova vida, nova fase e histórias, agora internacionais! kkk

  • Bia

    O que é do homem o bicho não come!
    Vai que ela larga tudo e parte para lá também… Está valendo a pena sair do país mesmo! Vamos incentivá-la!

  • Elen Tolentino Ogando

    susto

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      Digamos que é 50% / 50% =)

      • Elen Tolentino Ogando

        Esse “50% / 50%” foi muito vago, viu mocinho? rsrs

        Depois que vc chegar e se estabelecer bem que vc poderia escrever um post sobre essa mudança e os trâmites, digo isso pq eu sei que alguns países como Canadá oferecem programa especial de imigração, não sei se é o caso da Austrália mas se for acho que seria uma excelente fonte de informação. sei que não é o foco do blog, mas acho que poderia despertar o interesse de diversas pessoas.

        Obrigada por responder :)

    • Simara Cristina Galvão Ferreir

      Como assim “se apaixonado novamente por uma leitora”? Isso já ocorreu?

      • Elen Tolentino Ogando

        sim, salvo engano, ele mencionou isso no post do retorno :)

        • Simara Cristina Galvão Ferreir

          Fui lá ver o post do retorno… Está escrito que graças ao blog ele conheceu a ex dele… Será que era mesmo uma leitora que quis conhecê-lo, ele aceitou e se apaixonou? Simples assim? rsrs

  • Simara Cristina Galvão Ferreir

    Confesso que fiquei feliz… Pois estava com um certo ciúme da moça… Rs

    • ricardo

      Manhuaçu já

  • Fernandinha Reynol

    Que d+… vá pra surfers, brisbane, melbourne… Austrália é de longe o melhor lugar que eh já fui!! Se seu vôo passar na NZ fique pelo menos 1 semana tb, vale a pena…
    Quero ir na mala… inveja

    • serginho

      vem comigo

  • Monique Misael

    Quase morri do coração Cafa! Você partindo de novo? AH NÃO!
    (risos)
    Acompanho seu blog desde que eu era uma mocinha ingênua, lá pelos meus 14 anos (hoje tenho 22).
    Sempre me identifiquei com as suas histórias e adoro a sua escrita. Vi que não mudou nada (eu pelo menos sinto a mesma “sintonia” de quando lia as postagens do antigo blog).
    Feliz, feliz de mais por te-lo de volta.
    Poste com mais frequência, venho aqui todos os dias e fico apertando F5 (mais risos), louca por novas histórias.
    Faça uma ótima viagem.
    Não nos deixe órfãs outra vez.
    Beijos.

  • Nai

    Oi, Cafa!

    Que susto ao ver esse título, também achei que você estava nos abandonando novamente! Bom saber que não :}
    Aliás, fiquei muito feliz de ver que o blog havia voltado e só demorei a comentar porque queria ler tudo e sei lá, achei meio estranho aqueles comentários em postagens bem mais “antigas”.

    Não suma! Obrigada por voltar <3

    Aliás, posso segredar-te uma coisa? Há alguns anos fiquei muuuuito doente e consequentemente "presa" em casa, então seu blog super me fez companhia! Resolvi pegar e lê-lo desde o começo, já estava mais do que me sentindo "sua amiga virtual". hahah. Louca! Ah, mas não curti muito aquela versão com vários cafas :p

    Beijão.

  • Geórgia

    Boa viagem Cafa, already esperando as histórias com as gringas hahaha

  • Priscila Maria

    Está na hora de descobrirmos se as australianas são boas de cama :) rsrsr

  • claudia

    Será que foi o destino que achou que não?

  • Juliana Dala Rosa

    Cafa, vc é rico, é isso? 😛

  • Taíssa Moura

    Cafa, boa sorte. nao sei o que esses paises do outro lado do mundo tem. NZ levou meu namorado chileno tb =(

  • Dane Barboza

    Pra mais de 5 ou 6 anos que eu não passava por aqui, não o reconheceria mais pela escrita, de fato não é o mesmo cafa que eu acompanhei tempos atrás.
    O.o cheguei de paraquedas não entendi nada, nem sei o que ta acontecendo mas boa viagem! Hahaaha

  • Cenira cesconetti

    Essa leitura me fez refletir um pouco,você para austrália,acho que meu destino é Bahia,aquela rede…….

  • leidiane

    bom demais esse post

  • Josué Borges de Oliveira

    Caramba, vendo os comentários dá para ver que não estamos tão distantes do macaco.