RELACIONAMENTO 21 de agosto de 2015

Sexta das leitoras – Como faço pra ele me procurar de novo?

top-things-women-are-concerned-about

A primeira história da coluna Sexta das leitoras não traz algo novo. Porém, como é um assunto muito recorrente entre as mulheres, já responderá várias histórias que recebi nessa semana.

Vamos lá:

“Tenho 22 anos,sou estudante, loira, 1,66 cm, 53 kg e estou solteira há dois meses”.

Cafa > E o telefone? =)

“Nunca fui de sair ficando, sempre gostei mais de namorar.. Namorei por 5 anos mas confesso que antes e depois do namoro fiquei com 5 caras.. Quando beijo alguém não tomo essa iniciativa mas gosto de manter “uma paquera” depois da ficada, pode ser via whats, ou facebook, mesmo que nunca mais role nem um encontro e desde que haja reciprocidade ..depois se não virar nada,pelo menos acariciou o ego e logo desencano”.

Cafa > Acho um desperdício esses namoros longos quando você tem menos de 22 anos. Em 90% dos casos, dá em nada e mais pra frente rolará um arrependimento. Perde-se uma das melhores (e praticamente única) fase de festa e pegação na vida, que é a faculdade. Considero uma fase para acumular experiência e chegar com mais bagagem e maturidade para um namoro.

“Eis a questão: Há alguns dias sai despretensiosamente com algumas amigas para um barzinho. Chegando lá tava tudo muito bom, até que uma certa hora chega sem avisar um paquerinha da faculdade. 24 anos, tímido, com amigos em comum, e que já o achava interessante mas ele sempre estava namorando.

Dias antes tínhamos assistido uma mesma aula e trocamos olhares, conversamos sobre as festas que iríamos, viagens e senti que o interesse era recíproco.. depois que soube que ele estava solteiro não hesitei em investir. A oportunidade me pareceu mais que apropriada. Trocamos olhares, me coloquei estrategicamente em sua frente e deixei quase explícita minha vontade de ficar com ele, mas não avancei. A bebida rolava solta. Acredito que por sua timidez e pela presença constrangedora da ex namorada no mesmo recinto a iniciativa dele pro beijo demorou a sair e depois do beijo apesar de ter sido ótimo, não ficamos exatamente juntos. Eu fiquei no mesmo lugar que estava com minhas amigas e ele ora ia conversar com os amigos, ora ia no bar, ora dava uma passadinha onde eu estava e rolava mais um beijo”..

Cafa > Gostei da atitude dos dois. Olha que coincidência, antes de ler sua história eu ia publicar outra muito parecida (recém solteira + ~paquera~ prévia + festa em conjunto = beijo). A diferença é que na outra a garota deu uma de boca-loca e saiu pegando a festa inteira. Depois veio chorar no meu ombro email. Porém, a sua é mais interessante.

“Na hora de ir embora fui me despedir, mas ele disse que era pra ir embora com ele, que fazia questão de me levar”.

Cafa > Pi-pi-pi-pi olha o alarme de Cafa na área disparando. Não sejamos inocentes, homem (Que não é amigo ou gay) oferecendo carona no final da festa = quero um boquete ou te comer. Se não está preparada, não aceite. Cafas conseguem usar bons truques para você terminar na cama dele.

 

“Acabamos eu e ele totalmente “drinks” indo embora juntos de táxi até a casa dele que era mais perto e de lá a proposta era que ele pegaria o carro e me levaria até a minha casa”..

Cafa > ( ͡° ͜ʖ ͡°)

“Não preciso dizer a mistura de uma mulher solteira mais um cara que ela é a fim mais álcool em excesso fez o amasso pegar fogo e eu fui parar na cama dele. Pela primeira vez na minha vida rolou de primeira assim.. não pensei em nada”.

Cafa > Acontece, mas pelo menos era um cara que você conhecia e não te traumatizou. Já vi muitas histórias de arrepiar. Em uma delas a garota dormiu com um cara e acordou com outro (se bem que isso já aconteceu comigo, mas a culpa foi do Johnnie Walker e da Cinderela, que depois das 7 da manhã virou uma bruxa na minha cama).

“Detalhes a serem ditos: são poucos os flashes que tenho do momento em si; eu curti mas não rolou nada demais. Não foi excepcional, mas do que lembro também não foi de todo ruim.. eu não estava preparada para transar naquela noite.. foi coisa de momento master, não tinha feito as unhas, estava com calcinha fio dental nova mas era rosinha, o cabelo não estava arrumado, e lá embaixo tava tudo aparadinho.. Enfim nunca que imaginei de dormir com alguém naquela noite e não sei até que ponto que esses detalhes que fazem com que nós mulheres fiquemos mais seguras interferem na classificação da transa boa ou ruim..Tava bêbada, encanada por estes detalhes, pelo cara ser da faculdade e eu ir pra cama de primeira.. enfim.. Pra mim não tava ideal mas tudo isso não me impediu e passei a noite com ele. Aconteceu uma vez só e dormimos até a hora do almoço”.

Cafa > Uma amiga tem um frase que levo pra mim, “Nunca uso calcinha feia. Imagine se sofro um acidente e o bombeiro gato precisar cortar meu vestido?”. No meu caso, óbvio que não usarei calcinha, mas antigamente ia malhar com umas cuecas do doce. E se gostosa da academia me chama pra relaxar na casa dela? Enfim, a chance de rolar é mínima, mas havendo 1% de possibilidade prefiro usar uma cueca decente sempre.

No caso, a sua calcinha nem era tão inadequada. Rosa está ok. O problema é aquelas de náilon bege vovó ou vermelha do bordel.

Sobre transar de primeira, depende da idade do cara. Homem mais novo pensa “ah se deu pra mim assim fácil, não vale nada”. Pensamento machista eu sei, mas é a nossa sociedade. Agora se você já conhecia o cara antes, normalmente não seria um grande problema.   

“No outro dia acordei, e tinha que ir embora. Dei uma enrolada até a faxineira acabar de lavar o chão da sala e nessa ele acordou.. me puxou, abraçou e tempo depois perguntei meio com vergonha e dando risada: o que foi que a gente fez? e ele rindo disse: uma coisa muito boa!”

Cafa > Nossa, essa frase é tão boa quanto “E ai, curtiu?”. Ele deve ter dado risada de constrangimento. Se você quer falar algo pra quebrar o gelo, melhor seria “Gostei da noite ontem, mas seria melhor se eu tivesse bebido menos, estava muito cansada”. E ai você vai conseguir extrair alguma coisa do cara além de uma risadinha constrangida e uma resposta boba.

“Ainda rolou mais um amasso, ele quis brincar lá embaixo mas já tava claro, e eu com vergonha esquivei, mas nos beijamos mais um pouco.. o celular dele tocou e depois pedi para que ele me levasse embora. Durante toda a noite ele foi carinhoso, cuidadoso e me encheu de abraços e beijos. Moramos no mesmo bairro e em cinco minutos eu já tava em casa, e ele nem sequer pegou meu telefone ou se manifestou. Não combinamos nada pra depois; e teve um selinho e tchau. Sabia já que tinha rodado. Que não passaria daquilo. Mas tava satisfeita com o saldo geral da noite”.

Cafa > Satisfeita com o saldo da noite? Você quer enganar quem aqui? Se tivesse, não teria feito tanta critica sobre você, a situação e me enviado um email. Concorda? A noite foi bem meia boca e nem espaço na agenda do cara tu conseguiu.

“Cafa, quando acordei e me vi naquela situação: cabelo bagunçado, uma espinha nova, maquiagem amanhecida, unha sem fazer, sexo mais ou menos….menos alcoolizados poderíamos ter feito uma performance muito mais interessante quis me enfiar em um buraco, e teletransportar pra casa. Tava encanada comigo, e com o que eu tinha feito. Não por ter feito e feito com ele. Ficou a sensação que podia ter sido tudo muito mais prazeroso. Com mais preparo eu estaria mais relaxada, me sentiria mais bonita, e poderia o sexo ficar muuuito melhor. E até quem sabe ter repeteco em uma ou outra ocasião?”

Cafa > É pimpolha, se fosse bom mesmo teria repeteco na manhã seguinte e ai talvez o cara pegaria teu celular.

“Não to querendo prolongar mais nada, nem to encanada por ter dormido com o cara da faculdade de primeira nada disso. Eu era a fim dele, rolou e não me arrependo. Fiquei encanada do cara não ter ligado, sim, mas é o risco que corri. Paciência”.

Cafa > Mulher é um bicho curioso e auto sabotador. Agora você não está encanada? Vou puxar duas frases que você soltou há pouco no texto “(…) Tava bêbada, encanada por estes detalhes, pelo cara ser da faculdade e eu ir pra cama de primeira(…)” e depois “Tava encanada comigo, e com o que eu tinha feito”.

Parte dos sofrimentos das mulheres em relacionamento vem dessa capacidade de se auto-sabotar procurando a culpa no espírito santo, na calcinha rosa choque e sei lá o que mais, ao invés de buscar a resposta em vocês, nas suas próprias atitudes. Eu sei, é difícil criar esse distanciamento, mas com treino você aprende.

“Só acho que dá pra ser melhor. Como faz pra passar isso pro cara e fazer ele investir uma segunda vez? Obviamente nem eu nem ele estamos querendo rolinho nem nada disso. E eu não sei qual foi a interpretação dele da noite. Só queria mais uma vez com esse cara porque ainda acho ele lindo, curti ficar e porque o sexo tem potencial pra ser melhor. Primeiro porque eu não lembro de metade do que aconteceu, e também porque já não seria a primeira vez, fato que ajuda muito a quebrar o gelo.

Não faz meu tipo tomar a iniciativa: você esta fazendo alguma coisa hoje? não? porque não vem aqui em casa?- não faço”.

Cafa > Isso não é fazer tipo, chama-se desespero.

“Cafa me ajuda! to errada? faço o que? desencano? já não foi legal de primeira e devo deixar isso quieto até pra me preservar na faculdade? e homem repara quanto nessas coisas de mulher? unha, cabelo, depilação, pele? de no outro dia não estar tão produzida quanto na noite? como faz pra fazer esse cara ter interesse e investir mais uma vez?”

Cafa > Adoro essa pergunta “O que faço para o cara voltar a me procurar?”. Vou escrever um livro com a resposta e virar best-seller ao lado da “Bíblia dos sedutores”. Enfim…

Para com esse papo de “preservar-me na faculdade”. Você não deu no banheiro da festa, nem fez orgia no carro. A coisa não é séria.

Sobre homem reparar em detalhes, na maioria das vezes não. Porém, limpeza é algo básico. A unha pintada é bonitinha, mas se estiver apenas aparada, tranquilo. Agora, se está com os esmaltes todos descascados, cheia de pele pulando pra fora, roída, etc ai complica. O cabelo idem, é bacana bem tratado, agora todo cagado (mal pintado, oleoso, caspento, etc) não ajuda. Que tipo de mulher vai porquinha pra uma festa? Imagine no dia a dia. Depilação não preciso comentar, né? Perereca peluda é pra sapo do brejo.

Agora, a preocupação em acordar princesa, pqp. Desconfie de “homens” que tem nojo de mulher ao acordar. Na tua história, o seu caso quis te tocar de manhã, você quem ficou de não-me-toques.

Seguinte, hoje, a facilidade para arrumar uma mulher e foda é imensa. Se você não fisga o cara no primeiro tiro, tem uma lista enorme ali na agenda dele, por mais tímido e esquisito que seja (Tinder faz milagres).

Pensa, o que você tem de diferencial pra oferecer em relação as outras garotas? Mal trocaram ideia, só tema bobo de festa e viagem de faculdade. O cara não sabe se você é uma anta ou agradável. O único vestígio que ele tem é uma foda meia boca que você não lembra e fez questão de deixar claro. A circunstância não te ajuda.

Pelo menos o cara é da sua faculdade. Tente entrar numa roda em que ele esteja e puxe assunto de novo, mas mostre que você tem o que falar. Se esse não é seu perfil, a próxima oportunidade para conversar será em uma festa da faculdade, mas há o risco dele te ver apenas como uma foda fácil. Vai da sua lábia de provar o contrário.

__________________________________________________________

Quer mandar a sua história para a sexta das leitoras? Não posso garantir que responderei todas, mas se for algo interessante e resumido, as chances aumentam. É só enviar para cafa@manualdocafajeste.com

  • http://www.arfortaleza.com Alexandrina Oliveira

    Me divirto com essas observações do Cafa.

  • Ana Paula Dantas

    Melhor blog sem duvidas. Pensando seriamente em escrever pro “Sexta das leitoras”, só o cafa pra salvar nossa vida! Beijos Cafa.

  • Lika

    Continua ácido e engraçado. Sinto que VC está mais maduro, isso é legal. Sou super verdadeira quando me pedem conselhos amorosos também. Parabéns pelo trabalho. Estou aqui sempre lendo o blog e os comentários.

  • Bruna Vanessa Alves Rodrigues

    caracaa, saudades do blog…o melhor

  • Claudia Arruda

    Cafa, da um replay amanhã com mais uma sexta das leitoras ? hahahaha SENSACIONAL .

  • Bruna Florentino

    Esse foi antecipado hein. Amanhã tem mais né? Hahahaha

  • Elizangela

    Por falar em livro e ai, irá retomar o projeto?
    Sucesso!

  • Paloma Brito

    Sobre namoros longos, acho bobagem dizer que é desperdício. Apesar de ter aproveitado bastante minha solteirice, era considerada solteira convicta (foda-se), acredito que isso é questão de escolha. Tem gente namorando anos e galinhando da mesma forma. Mas o que interessa são as pessoas que valorizam o relacionamento, né? Hehe! Se o namoro for saudável, mesmo que não dê certo, valerá a pena. Valeu por x anos. Agora se for bagunça, melhor nem passar do primeiro ano. E uma coisa: Não acho desespero tomar iniciativa. Só vamos ter noção. Tudo bem dosado. =D

    • Paloma Brito

      Ah, e amanhã queremos mais! ^^

  • Camilla

    Cafa,cafa… Como VC fez falta!! Gostaria que tivesse um texto a cada hora do dia!! Adoooro!! Realmente, VC amadureceu e muito…

  • Livia Brandão

    Sensacional! Senti mt saudade do blog, fiquei mt triste qnd acabou… Cafa vc é o cara!!!!!

  • Bru

    Como essas gurias têm sorte, eu vou pro bar super bem arrumada, faço charme e não pego nada! Tô solteira há 6 meses, 25 anos, bonita, e infelizmente só dei pra um cara até hoje (namorei 5 anos). Comecei a namorar na faculdade, mas não tive essa época de pegação que todo mundo fala
    Saio pra tudo que é ocasião, faço pós, dou aula, estudo uma terceira língua e nada de ter um carinha atrás de mim

  • Camila ( carioca)

    Excelente resposta pra guria. Focar no diferencial. Certamente ela terá outras oportunidades, já que o cara eh da facul. Alás, pqp, Q SAUDADES DA ÉPOCA DA FACULDADE, eu era feliz e não sabia! Ou melhor, sabia sim, aprontei mto…kkkkkkkkk
    Bjão, Cafa!

  • Raquel Iliano

    Cafaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Muito feliz que voce voltou! Sempre que tento dar conselhos amorosos para as minhas amigas, penso em tudo q aprendi lendo seu blog desde que voce comecou. E tambem penso no que voce falaria para elas. Ler voce nesses posts novos me fez relembrar minha epoca de faculdade, no estagio, lendo seu blog nas horas vagas e comentando com minha melhor amiga de la. Nossa, que saudade. Eu devo a voce todos meus relacionamentos bem sucedidos (depois que comecei a ler voce). Alias, vou te escrever minhas historias e dar exemplo dos seus conselhos e como eu os apliquei. Voce publica? Juro que vc vai gostar! :)

  • Raquel

    Cafaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Muito feliz que voce voltou! Sempre que tento dar conselhos amorosos para as minhas amigas, penso em tudo q aprendi lendo seu blog desde que voce comecou. E tambem penso no que voce falaria para elas. Ler voce nesses posts novos me fez relembrar minha epoca de faculdade, no estagio, lendo seu blog nas horas vagas e comentando com minha melhor amiga de la. Nossa, que saudade. Eu devo a voce todos meus relacionamentos bem sucedidos (depois que comecei a ler voce). Alias, vou te escrever minhas historias e dar exemplo dos seus conselhos e como eu os apliquei. Voce publica? Juro que vc vai gostar! :)

  • Milla Santos

    Sexo de primeira tem que ter segurança! Ou melhor, todo sexo tem que ter segurança, ou, ainda melhor: toda mulher tem que estar segura do que faz! Na minha opinião o que torna uma mulher interessante é ter personalidade e transmitir segurança àquele que está ao seu lado, em qualquer circunstância. Nada de mimimi,rs. Bom, pelo menos era assim que eu conseguia ser procurada logo no dia seguinte. :)
    Agora tenho alguém que acorda todos os dias ao meu lado. :)

  • Samia Capistrano

    kkkkkkkkkkkkkkk…. Muito bom sua sinceridade dou muitas risadas que saudade estava de vc

  • Nathalia Sanches

    Quanto mimimi ! É sexo filha não lançamento de foguete! Aconteceu! Já foi! Podia ser melhor, mas não se prenda a essa desculpa de que vc quer uma segunda pra mostrar pro cara que vc pode ser melhor, isso pra mim é porque você esta bem afim e não quer machucar seu ego por talvez ter cagado no “primeiro encontro”! Supera! Se rolar rolou!

  • Indy

    Aí gente coitada… O .melhor eh desencanar e esquecer msm esse carinha, agora já foi

  • Naysa

    Indignada com tanto machismo e insegurança por parte de uma garota de 22 anos…Miga, se você não lembra da transa o que te leva a querer repeti-la? Foi ruim pra ambos, ou o carinha da facul que te beijou entre “bar-banheiro-amigos-novas paqueras” na balada se preocupou em te propiciar prazer? Acho que a resposta é não né?! Conselho de brother, cabeça erguida, segue em frente…não foi tua calcinha rosa ou a falta do teu esmalte que acabaram com o lance…talvez a unica explicação esteja na “pele” e na tal da quimica…. Preocupe-se com seu prazer, o resto é consequencia…mulheres seguras conquistam qualquer tipo de homem!

  • Bruna

    Desencana, provavelmente ele ainda estava encanado na ex por isso não quis continuar nada, não fica querendo provar pra ele que você pode mais do que fez, não rolou quimica suficiente, e nenhum dos “defeitos” que você disse justificam nada. As vezes não rola mesmo, e ele vai ser educado de não dizer a verdade, quantas vezes já não fez isso?

  • Jessica Cerqueira

    Adorando o retorno do Cafa!! Sempre dou risada com a forma como você conta as histórias.. demais! ;*

  • Alexia

    Me sinto reencontrando o meu tio, já que quando comecei a ler esse blog tinha uns 15-16 anos e agora já tenho 20 hahahahaha. Brincadeiras à parte cafa, estou muito feliz com o seu retorno, e muito satisfeita em ver que a qualidade dos posts continua a mesma. Existem muitos blogs como o seu, mas nenhum tem uma maneira tão clara (e ácida é claro) de abordar os assuntos como você, com um humor tão único. Beijos

  • Amanda Maia

    Me vi nessa história. Aconteceu igualzinho cmg há uns meses atrás. A diferença é que eu tinha realmente acabado de conhecer o cara e msm não rolando papo dps eu não encanei. Bebida demais trás algumas consequências, né? O jeito é seguir em frente e evitar outros exageros.

  • Aline Carlesso

    Se não lembra, nem encana. Namorou demais,e agora o primeiro que encontra, já quer correr atrás? Vai conhecer novas pessoas, novos corpos, dá um tempo pra você.

  • Francine Figueiredo

    Gataaaa desencana o negócio e conhecer outros garotos e nada de querer criar reputação na faculdade… É justamente nessa época que vc deve fazer o que tem vontade sem se preocupar em agradar a não ser vc mesma!!!! 22 anos, 5 anos namorando??? Ta na cara que o que falta é um pouco de troca de experiência com mais garotos neeee
    Seja feliz seja louca seja linda de calcinha rosa e sem esmalte na unha. Homem gosta de autenticidade de auto confiança, quem sabe se vc tivesse “liberado” pela manhã e menos encanada talvez ele te procurasse outra vez…
    Com os próximos se preocupe menos com essas coisas bobas..

  • Aline Bora

    Algumas mulheres passam esta mensagem sem querer, acontece. Uma vez aceitei um convite pra jantar na casa de um cara que conheci. Ele me convidou para comer sashimi, que amo e não nego. Jantamos e conversamos bastante, era domingo e não queria chegar tarde em casa pois trabalhava no dia seguinte. Já me preparando para ir embora ele veio pedir para eu ficar, mas eu não queria aquilo também ali. O cara me perguntou, visivelmente decepcionado: “Mas vc já vai? Porque você veio aqui?” Eu disse: Vc me convidou pra jantar, jantei e agora to indo. Percebi que fui meio sacana, mas era a primeira vez que fui jantar na casa de um cara que acabara de conhecer.
    Aprendi que nunca se aceita um convite para a casa de um cafa assim.

    • Billie Jean Silva

      vdd se a mulher aceita ir na casa de um homem (cafa) já vai sabendo que é um convite disfarçado para transar

  • Nath Omayra

    Duvido que ela não lembre… Tá com jeito de quem lembra mas, sabendo que fez alguma presepada, prefere fingir que esqueceu…

  • Zabe

    Vá para as festinhas sempre preparada, vai que cola uma investida e rola algo! Antes previnir do que remediar. Nesse caso ficou encanada. = )

  • Jéssica de Abreu

    Tem sido muito legal acompanhar a sua mudança de visão, Cafa! Melhor ainda é ver que esse amadurecimento mudou até o tom dos comentários, muito mais receptivos às histórias das leitoras…