RELACIONAMENTO 27 de março de 2017

Dia das leitoras – Caída pelo vocalista

**FILE**Just the sight of The Beatles from a distance caused this reaction among a group of Girls at the Los Angeles International airport in this Aug.18, 1964 file photo. Airport security kept the British singers away from several thousand youngsters during a brief stopover in Los Angeles en route to San Francisco. (AP Photo/stf)

A história da leitora dessa semana não é nova, mas volta em um assunto que vejo cada vez mais recorrente entre mulheres com anos de relacionamento estável e poucos de solteirice, a vontade de provar o desconhecido.

 O relacionamento fixo pode estar aparentemente perfeito, tudo funciona, até que um dia aparece um completo desconhecido para abalar a estabilidade e por em jogo o plano de juntar escovas de dente.

 Vamos lá:

“Poderia ser um e-mail para revista “Capricho”, “Todateen” e todas essas revistas que ajudam mocinhas inocentes acreditarem em seu mundo rosa. Posto que, prestes a completar 27 anos, fui surpreendida por uma imaturidade, loucura, obsessão, crise de existência… não sei que merda aconteceu, vamos ao que interessa.

Em Fevereiro desse ano, fui a show de uma banda antiga, que atualmente voltou a tocar, banda que fez parte da minha adolescência e carrega em seus trechos altas lembranças. Com a mudança do vocalista, estava curiosa para ouvi-los tocar novamente, marquei com algumas amigas e fomos a um barzinho tomar uma, e matar a saudade da banda, até ai, sem novidades.

Antes de começar o show, avistei um cara extremamente gato, e quando o carinha abriu um sorriso, senti meu corpo gelar (não é clichê, para dar emoção, ou para tentar tornar o ato cinematográfico ou ilusório) foi real, na hora quis saber quem ele era, eis que o moço dos dentes perfeito, pega o microfone, sobe ao palco e começa a cantar… sim, ele é o novo vocalista! Não escutei nenhuma música, fiquei ali presa no sorriso e em cada detalhe do ser perfeito.

Após o show minhas amigas resolveram que era hora de tietar e foi para perto do palco tirar fotos e falar com os antigos integrantes da banda, eu fui, sem nem sentir minhas pernas, quando dei conta, já estava abraçando o senhor “Colgate” que por sinal, extremamente atencioso, carinhoso, simpático e humilde (eu torcendo para ele ter bafo, desodorante vencido, tatuagem com nome dos filhos rs, e ele não tinha nada disso, estava tão cheiroso que parecia que saiu do banho naquele momento) merda feita, voltei para casa sem falar uma palavra, apenas com vontade de reencontra-lo.

Mês seguinte, lá estava a “tal” banda no mesmo bar, e minhas amigas loucas para ir curti o som novamente (acho que aqui, é o ponto que preciso dizer, que namoro a 10 anos, e estamos reformando uma casa, para juntarmos as escovas de dente o ano que vem, sem muita relevância ele é um cara bacana, companheiro, ótimo amante e até esse dia, eu estava feliz, satisfeita e segura do que queria) sexta de vale night com as amigas, lá estávamos curtindo o showzinho, eu mais monga que Anastasia  do 50 tons,  fiquei ali enchendo a cara, olhando tudo aquilo que jamais teria oportunidade de ter em minhas mãos, fim do show, mesma tietagem, um abraço apertado e um aperto na cintura que quase perdi o ar, voltei para casa, comecei a seguir o “famosinho’ no Instagram, e o mesmo começou a me seguir de volta, alguns “directs” trocados, alguns “likes” apenas isso, e desde então não consigo parar de pensar nele, preciso sair com esse cara, eu não posso casar com isso na cabeça, sempre fui tranquila, tive outros relacionamentos e estava segura. Agora você já ficou louco por alguém? estou assim.

Cafa > Já aconteceu várias vezes. Duas viraram namoradas, umas cinco amantes e todo o restante one night stand. As primeiras viraram ex, as cinco só deram dor de cabeça e o restante eu mal me lembro dos nomes. Então, por experiência própria, ficar louco por alguém não necessariamente é um bom sinal. Esse sentimento intenso na maioria das vezes desaparece depois da primeira noite ou com a convivência. E quanto mais emoção estiver envolvida, menos racionais ficamos e mais chance de dar merda.

Sobre o meu relacionamento, conheci meu namorado por uma amiga em comum, isso em 2006, apenas em 2008 começamos a namorar.

Nossa relação, sempre foi tranquila e estável, passamos pela faculdade sem crise ou término, aguentamos intercâmbios, sem crise ou término.  Sempre tivemos o nosso espaço, cada um sempre foi livre, para ir e vir, sem questionamentos e com respeito (falo isso por mim), sempre fui louca por ele, mesmo com todos esses anos, e sempre fui bem correspondida em todos os sentidos, ele sempre me fez bem e estava feliz até o bendito dia do show.

Sempre fui fiel e acredito que ele saiba mentir bem rs, levando em conta atual situação do mundo rs, nunca fui atrás para saber e nunca fui a doida ciumenta rs, sempre deixei bem claro, a vida é uma só, apenas não se esqueça, que existe a lei do retorno e você tem que saber lidar com isso. Ademais, meu relacionamento sempre foi ótimo, parece impossível, mas não carrego críticas ou sugestões, é ótimo e como já reiterado, estava feliz.

Sentimento atual, preciso sair com o “Colgate”, não consigo pensar ou sentir outra coisa, apenas que essa loucura está ganhando grande parte da minha vida é ridículo, e se fosse com qualquer amiga minha, já teria dado um tapa na cara dela e mandado virar mulher e parar de fantasiar asneira com alguém que pode ser um idiota de sorriso bonito.

Cafa > Eu olhei as fotos do cara e vídeos. Ele é boa pinta, parece educado e foge do padrão de vocalista estrela de banda famosa, mas é aqui que mora o perigo. Por fugir do padrão estrela, ele deve atrair um bocado de mulher igual a você e não acredito que ele tenha pretensão de levar alguma a sério (mas isso é um achismo).

De qualquer forma, também não está claro que você espere algo sério, mas digamos que você aceite viver essa fantasia. E ai, além de ser um cara super bacana ele te  vira do avesso. O que acontece? Você volta pra casa, apaga ele da cabeça e começa a pensar na decoração da sua nova casa? Não. Como diria minha vó, você arrumará uma sarna pra coçar.

Planos para o futuro?  Preciso da sua resposta, logo após um “porre” (quem sabe nesse fds rs) e decidir, jogo tudo para o alto (não tenho medo de arrependimento e nem do prejuízo material) e vou atrás do sorriso bonito, ou continuo na vida estável, feliz e perfeita, sempre com a maldita lembrança do sorriso do Sr. Colgate rs.

Cafa > Calma, a minha resposta não pode ser o plano para o seu futuro. Apenas quero que você pense com a cabeça um pouco fora d´água.

Eu não me canso de falar aqui no blog sobre mulheres que namoraram por quase toda a casa dos 20 anos e depois ficam cheia de “ses” em relação a outros homens. Veja você, não tem queixas em relação ao namorado e possui um plano de vida que a maioria das mulheres solteiras na sua idade inveja.

Se você analisar racionalmente, a sua opção é bizarra. De um lado tem um relacionamento perfeito e um namorado bacana, do outro um cara bonitão e famosinho que pode proporcionar bons momentos. E o que você tem a perder renunciando cada um deles? Um plano de vida e uma aventura. Talvez seja melhor ter a maldita lembrança de não ter curtido uma aventura a ter renunciado algo maior. Não?

Bom, mas a vida não é tão racional e preto no branco como imaginamos, certo? Então vamos imaginar novamente o cenário que você espera. Joga tudo pro alto, vai atrás do cantor e de repente a coisa evolui para um relacionamento sério. Ai depois de uns anos você encontra outro cara mais atraente e volta a pensar “hum, e se eu jogar tudo pro alto e viver um romance com esse?” Vai por mim, esse ciclo não tem fim. Sempre haverá um homem mais atraente que o que você está.

Cafa, eu não sei, não imagino o que sua sensatez ir responder, apenas quero deixar claro,  caso haja a possibilidade de você sugerir que eu vá atrás do vocalista rs forneça elementos para que eu o faça, tendo em vista que você já deve ter saído com alguma leitora (fã), o que ela fez para chamar sua atenção?

Cafa > Calma, agora você apertou todos os botões do teclado. Vamos por partes:

caso haja a possibilidade de você sugerir que eu vá atrás do vocalista rs forneça elementos para que eu o faça

Cafa > Primeiro você precisa definir o que quer da vida.  Se imaginar que construir uma família, viver junto e tal é cedo ou te aborrece, então o ideal é você ficar um tempo solteira e não colocar as fichas em um vocalista fofo de banda. A chance de quebrar a cara é gigante. Termine com o namorado, curta um pouco o vocalista e vai conhecer o mundo e ter certeza do que quer.

tendo em vista que você já deve ter saído com alguma leitora (fã), o que ela fez para chamar sua atenção?

Cafa > Eu tinha uma grande peneira inicial. Tal qual o Tinder, eu selecionava essencialmente pela aparência. Depois vinha um filtro mais refinado que era a afinidade, admiração, inteligência, etc. Nesse poucas passavam. E como eu disse, raras viraram namoradas, algumas amantes e centenas one night stand. Nessa estatística, a chance de você entrar nos dois últimos grupos do vocalista é enorme. É isso o que você quer? O que você quer?

_________________________________________________________________________________________

Quer mandar a sua história para que eu (talvez) comente e publique? É só enviar para cafa@manualdocafajeste.com; Caso queira manter o sigilo e ter certeza que sua história será comentada contrate o Cafa Responde (máx de 2 páginas / arial 12).

  • Di

    Doida pra saber o que ela fez, já que a história não é nova. Menina, se manifeste e conte o que decidiu. :)

  • Tata

    Já passei pela mesma situação, sai com o cara e depois optei pelo término. O que posso dizer é: não valeu a pena. Foi bom, mas não substitui o companheirismo, o amor sincero e a amizade. Mesmo que eu tivesse problemas com meu ex, a gente se esforçou muito pra seguirmos juntos e isso criou um laço de 12 anos. Com o outro foram algumas semanas e mais tretas do que se esperava. Era como se eu tivesse voltado ao início do jogo com um jogador pior. O sexo era bom, mas o que eu aprendi e como o próprio Cafa já falou, “química no sexo pode rolar até com uma anta”. E isso não segura relacionamento. Hoje eu sigo o conselho do Cafa de descobrir o que eu quero da minha vida (uma profissão melhor, viagens culturais, aprender coisas novas e também a cuidar do meu eu). E sinceramente, sinto muita falta do meu ex. Mas a gente sempre tem que olhar pra frente e seguir. Amor pra vida toda é só você com você mesma, embora seja cliché, é a verdade.

  • Isabela

    Depois de ler o post, fiquei com a curiosidade em saber que banda e vocalista é esse. Googlando, banda com vocalista homem novo tem o Barão Vermelho, será? Acho engraçado que, nesse tipo de desabafo, a leitora não quer saber exatamente a opinião do Cafa em o que fazer, quer é validação pra fazer besteira, haha.

    • Cristiane Souza

      Barão vermelho acho que não… Não é tão dá época dela, já que tem 27 anos… Pensei numa banda de forró, no qual o novo vocalista é lindo e tem um sorriso maravilhoso kkkkkkkkkk

      • Jamaica

        Opa, eu tenho 27 e curto Barão desde novo. Aliás, 90% da minha playlist é de banda do início dos anos 2000 pra trás e dessa época eu mal e mal tinha 15 anos.

        • Cristiane Souza

          Sim, depois me atentei ao texto em que ela se refere a uma banda antiga, mas barão vermelho é muitooooo antiga kkkkkkkkkk do final dos anos 80 ainda c Cazuza

          • Jamaica

            Sim, o que quis dizer é que a idade dela não quer dizer muito sobre a gostar da banda ou não. Minhas bandas preferidas são de antes de nascer e são pouquíssimas bandas que escuto hoje que têm menos de 15 anos de carreira.

            Pode muito bem ser o Barão, embora essa discussão seja um pouco inócua pro assunto em si hahaha

            Como a Isabela disse, a leitora só quer o selo de aprovação do Cafa pra fazer bobagem.

  • Sagitariana

    Cafa,
    Penso exatamente igual a você. Estou em um relacionamento sério e jamais trocaria meu namoro por uma aventura. Vivi muuuuuuuita coisa antes de namorar, eu já era um pouco mais velha quando iniciei meu atual relacionamento, tudo isso.
    Acho que considerar alguém bonito, acontece. Eu acho muitas pessoas bonitas, mas encaro como um carro de 200.000 reais, com as escolhas que fiz na vida, eu só faço admirar e sigo adiante.
    Parabéns pela escolha da história, bem legal
    Bj

  • Cristiane Souza

    Nossa que doideira, só consigo imaginar com a descrição do cantor, um que eu também conheço 😂😂😂 se envolver com esses caras é furada total, pra uma aventura vale super a pena, mas trocar um relacionamento sério pra isso acho muito arriscado, a não ser que ela traía o namorado com o cantor e depois aja como se nada tivesse acontecido!!! Cafa manda beijo pra mim 😉

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      :*

  • Tam

    Essa história me fez lembrar de uma coisa boba que minha mãe falava para mim e para o meu irmão quando éramos crianças e queríamos muito algo que não podíamos ter: “vontade dá e passa”.

    • Lucas

      Eu reformularia a frase como “Vontade? Dá, e passa…”

  • Jamaica

    Acho engraçado como esse tipo de tentação era mais abertamente discutida por homens durante muito tempo, embora nunca tenha me iludido de que mulheres (inclusive as minhas companheiras) não travavam esse tipo de dilema interno.

    Como homem, digo que um rabo de saia nunca compensa o risco de perder um namoro estável e agradável. Por mais que o rabo de saia seja sensacional, existem coisas que não se devem trocar por simples tesão e lance de pele. Já fiz coisas assim e, como o Cafa disse, não rendeu nada do esperado além de uma ou duas noites de sexo bom, mas sem aquele appeal da continuidade.

    Como amigo, e peço perdão por me nomear assim sem ao menos conhecer a garota, digo que paixão e lance de pele todos os seres humanos do planeta sentem ao menos uma ou duas vezes por mês. É o cliente bonitão, o policial fortão, o cara rústico que te desperta curiosidade (e o exato oposto pra nós homens, a secretária de um cliente, a gerente do banco, a coroa enxuta, a ninfeta com cara de inocente…). Não se troca o certo pelo duvidoso, a não ser que o “certo” não seja tão certo assim. Se teu namorado é de boa, uma grande companhia e alguém que te faça realmente querer juntar as escovas de dente, não traia. E não fique na cabeça com coisas como “se ele faz, faz bem feito”, porque esse tipo de pensamento nunca acrescentou nada a ninguém, muito pelo contrário.

    Estar com alguém e ser fiel a esta pessoa nos demanda um milhão de sacrifícios e, por mais piegas que pareça, só fazemos de verdade quando encontramos a pessoa certa.

  • Karina

    Bom, eu passei por uma história muito parecida e resolvi dar minha opinião,
    Eu estou com 27 anos e estava namorando há 8, reformando casa e fazendo os planos para casar… porém, não estava tão perfeito o meu relacionamento (do meu ponto de vista, pq do meu ex estava), pois meu noivo era muito instavel, não parava em emprego algum e já estava morando na casa do meu pai cmg, enfim, nada do que eu tinha sonhado. O romantismo todo dele não conseguiu me segurar. Eu estava sem coragem de terminar, com medo, insegura até que um dia… apareceu um médico gatinho do Hospital em que eu trabalho e me chamou para sair, eu disse que não dava pq estava namorando, mas sério gente, eu só pensava nisso o dia inteirinho, ainda mais que o cara mandava msg todos os dias (não sou iludida,sabia que ele poderia apenas querer me comer e vazar kkkkk) e isso sinceramente me fez repensar serio sobre meu relacionamento, pois já aconteceram outras vezes e nunca fiquei com tanta vontade. Talvez esse fosse um sinal de que se eu tava na duvida já não gostava mais tanto assim do meu noivo , pois bem, me encorajei e pedi um tempo. Durante esse tempo eu percebi que não sentia falta nenhuma do meu noivo, por mais triste que pareça, nenhuma, talvez pq ele já estava me sufocando em casa. Enfim, sai com o carinha e curti. A parte triste é que terminei um noivado de anos, ele está sofrendo bastante, mas…vida que segue, talvez tenha começado a namorar mto cedo. Por isso leitora, desculpe a his´toria enorme, talvez seja hora de repensar, se alguem te tocou tanto assim, você pode não estar mais amando seu namorado e depois que casar será pior. Bjos

    • Emerson

      Bem, vocês são criaturas naturalmente manipuladoras. Fora isso, a covardia em sempre culpar o homem pela própria falta de caráter.

      • Karina

        Não vi nenhuma falta de caráter aqui. Não teve traição e ngm foi enganado,

  • Clá

    Cafa, eu vejo que você publica muitas estórias de mulheres e seus ficantes/peguetes ou sei lá como chamam aí. Eu acho que você deveria publicar mais estórias de mulheres em relacionamentos longos, namoros ou casamentos e não apenas de solteiras que ficam com um cara, aí o cara não liga pra ela, ela fica apaixonadinha, faz um monte de merda e o cara perde o interesse. Beijos

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      É que eu não tenho recido muitas histórias desse tipo =/

      • Sagitariana

        Escreva sobre namoro a distância, por favor, Cafa.

    • Emerson

      Meu caro, ele não recebe muitas estórias como as que você pede pelo simples fato delas serem cada vez mais difíceis de acontecer. As mulheres atuais pegaram todas as características masculinas, escrotizaram e as aplicaram de forma magistral.

  • Emerson

    Mulheres: Perda de tempo e, principalmente, de dinheiro.

    • Sagitariana

      Não generalize. Nem todas são assim, há pessoas especiais, homens e mulheres, depende do seu grau de exigência.

      • Emerson

        Infelizmente, dentro do macro, todas são assim, sim. A proporção de mulheres que ainda mantém seus valores é tão insignificante que nem pode ser levada em consideração.

        • Sagitariana

          O mundo mudou, as mulheres também, mas que valores você considera importantes? O problema não se encontra no gênero e sim na espécie humana. Talvez por uma decepção ou uma sucessão delas você tenha essa ideia fechada, preconcebida.
          Não seja assim. Boa sorte.

          • Emerson

            Ai é que esta a questão:
            O mundo mudou – para pior – pq as pessoas mudaram para pior. E sim, o problema se encontra ai. As mulheres confundiram conquista com igualdade (Não, não somos iguais e isso é ótimo, aliás).
            Pq ser “igual” aos homens, neste contexto, é ser igual, inclusive, nos defeitos.
            Sim, foram experiências que me provaram o que penso. Portanto, não se trata de idéias.
            Foram coisas que vi, vivi e, esta experiência, me provou que são reais e que, infelizmente, vocês mulheres estão tão ou mais escrotas que os homens que vocês tanto criticavam.
            São fatos, quer você goste, ou não.