RELACIONAMENTO 4 de julho de 2017

Homens que não querem compromisso

dorian-gray-ben-barnes-dorian-gray-0a8b5de12269dffa18400682dfeab78a-large-571426-2

Com a enxurrada de informação picada que recebemos o dia todo, sejam posts de ativismo de sofá no Facebook, fotos do Instagram, macacadas no Snapshot, mensagens babacas de grupos no Whatsapp, ou coisas mais “sérias” como e-mails, tendemos a encurtar nosso pensamento também e nos levar por lugares-comuns para facilitar a digestão da informação. Dentro dessa categoria eu coloco a frase “Mulher gosta de homem que não quer compromisso”. Ao invés de pensar nos reais motivos para uma relação não acontecer, é melhor não pensar e aceitar um chavão como resposta.

Óbvio, as vezes o céu não confabula a nosso favor e nos joga num mar de picas que nos deixa por um bom período só levando no rabo em relações fracassadas. Só que isso não é regra e não acredito que alguém interessante fique anos sem conseguir encontrar alguém à altura.

Aqui é importante diferenciar o grupo “homens que não querem compromisso” dos “homens egocêntricos”. Esses últimos dificilmente terão uma relação estável e se rolar, será um inferno. Ninguém consegue viver em harmonia com pessoas que se colocam no centro das atenções/decisões e pouco se importam com o outro. Não querer compromisso é estar, egocentrismo é ser.

Não vou falar do egocêntrico, pois não tem muito o que trabalhar com essa pessoa e sim dos homens “que não querem compromisso”.

Como eu disse, isso é algo mutável e geralmente acontece por dois motivos aparentes: relacionamentos anteriores e fase da vida; e um terceiro não tão aparente assim.

Conheço bastante gente que namorou muito cedo e foi uma bela bosta. Ai gera um trauma e associam relacionamento com tudo de ruim que teve na relação passada, como ciúmes, desrespeito,  traição,  controle, etc.  Se a pessoa não tem maturidade suficiente para entender que relacionamentos são distintos,  cria-se uma armadura e a pessoa se blinda de querer algo sério.

“Fase da vida” eu acredito que seja o que acontece na maioria dos casos. Há momentos que nosso foco canaliza em uma área, seja carreira, intercâmbio, família (pais), etc. No meu caso, por exemplo, aconteceu o primeiro. Eu não tinha outra meta na vida a não ser subir na carreira e sair do misere que vivia almoçando salsicha e dirigindo um carro com cheiro de mijo de gato. Eu tinha vergonha da minha situação, não me abria com ninguém e tinha uma série de relacionamentos superficiais e curtos. Eles não eram minha prioridade.

Só que ainda assim, seja na frustação com relacionamentos anteriores ou foco na carreira, encontrar a pessoa certa muda tudo. As vezes ela parece ser mais uma, mas pouco a pouco ela encontra uma brecha na armadura. A afinidade aumenta, ela mostra os teus defeitos de forma sutil, te desenvolve como pessoa e de repente, está com saudade de passar mais tempo junto. O foco na carreira segue, mas conciliado com uma parceira.

Então, da próxima vez que você ser perguntar por que só atrai homem que não presta, pense bem se o problema é ele que não quer compromisso ou se você não é suficiente pra conquistá-lo.

  • Leitora Dinâmica

    Cafa,
    Concordo com tudo o que foi dito. No meu tempo de solteira (hoje namoro) tenho histórias várias sobre esse assunto. O que eu pude perceber desse tempo é que os homens que me envolvi só estavam comigo porque de algum modo eu meio que “tomei a iniciativa” e em uma sociedade machista isso é mal visto. Os homens não “levavam a sério” mulheres assim, hoje não sei porque estou fora do mercado. Curiosamente, quando eu não queria namorar, apareceu a pessoa que estou hoje.
    Obrigada por atualizar.
    Bjs

  • Deborah Scheffer

    “ou se você não é suficiente pra conquistá-lo.”
    Claro, porque se o casal não combinou é porque a mulher não é suficiente para o homem. Aff.

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      Respondi um comentário parecido no Facebook. Meu post aborda “mulheres gostam de homem que não quer compromisso”, ou seja entende-se que o cara não quer. Não faria o menor sentido eu escrever que mulher gosta do cara porque ela é demais pra ele.

  • Tamires

    Rapaz, essa história de ser suficiente ou não para conquistar o cara é cilada! Fica a pobre infeliz se virando do avesso, abafando a si própria para ser “suficiente” para marmanjo, e quem faz isso acaba nunca sendo! É mais prático pensar que não rolou e pronto, bola para frente, mulher tem que investir em si mesma e buscar alguém que tenha afinidade de forma natural. Acho que a questão é, o cara não quer compromisso ou é os dois que não tem nada a ver e a mulher não consegue enxergar de tanto desespero para ter um relacionamento!?

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      Talvez eu não tenha me expressado direito, mas quando eu disse ser “suficiente” não quer dizer que ela tem que se virar pra conquistar o cara, mas porque ele não tem as qualidades que ele busca em uma mulher. E concordo com você sobre investir em si mesma. 😉

      • Sagitariana

        Eu tinha entendido desse jeito, Cafa.

  • Marília

    “ou se você não é suficiente pra conquistá-lo.” muito forçado.

    simplesmente não aconteceu para uma das partes. não houve afinidade, não houve o “timing”, o medo de se comprometer é bem maior e etc. mas ninguém, nem eu, nem você, nem todas as mulheres e nem todos homens, vivemos neste mundo para conquistar alguém. a gente é o que é e apenas precisamos valorizar os afins.

    melhor repensar nessa afirmativa que você fez, sei que é sua opinião, mas te acompanho desde muito tempo e acho que você ainda tráz essa obrigação do outro te conquistar.

    • http://www.manualdocafajeste.com cafa

      Creio que seja falha minha e o final não ficou muito explicativo. Se eu fizesse um post sobre “Por que um caso não vira algo sério” eu concordaria com você, mas o post é com foco em mulheres que se atraem por homens que não querem / “não prestam”. Eu falo de uma via única.

  • mariana cobra

    Algumas mulheres têm o hábito de romantizar coisas que nunca existiram. Então o cara sempre foi sacana, distante e todos os encontros foram meio bosta, mas a vontade de estar com alguém é tão grande que tudo fica lindo.
    Aparecem afinidades, qualidades e afins que nunca existiram, depois de um tempo vem com o discurso “ah mas ele não queria nada sério e me enrolou”… enrolamos a nós mesmas com expectativas e ilusões.
    Ótimo texto cafa!

    • Sagitariana

      Bravo, Mariana

  • Indiara Furtado

    Eu ia comentar sobre o final. Mas dei uma olhada nos coments e vi que nem precisarei. Eh mto difícil pra nós mesmas aceitarmos isso, Mas o timing eh justamente o cara n ter te achado boa o bastante pra ele. O que n significa que temos que nos matar e nos esforçar pra isso, temos apenas q aceitar e partir pra outra. Isso n nos diminui na minha opiniao. Qtas vezes dispensamos caras q se esforcam horrores para estarem com a gente? nem por isso mudamos de ideia, n rolou e pronto! Eu msm tenho uma lista de exigencias consideravel, e eh mto raro eu abrir mão delas!! Minha opinião apenas…

  • Nathalia Machado

    Achei que tinha enviado o email e não mandei 😉
    agora foi…
    qto ao texto, eu acho que as vzs, a mulher ter ido logo de cara pra cama do sujeito, ainda acaba sendo um ponto negativo e o cara não pensa em ter uma pessoa como essa para namorar :(

  • Rayanne

    Um tapa na nossa cara! ” Talvez eu não seja o suficiente para conquista-lo”. Achei excelente!!! Estou em uma fase da vida que só penso na carreira. Não consigo levar relacionamentos adiante por diversos fatores, o principal é: não é minha prioridade e não encontrei alguém especial que me faça querer conciliar trabalho e namoro. Conheço pessoas interessantes mas nenhuma que valesse a pena entrar na minha vida. Uma hora as coisas se arrumam

  • Ciça

    Alguém pode me dar uma opinião ? E o que faço ? Pois queria achar um modo de conquistá-lo !

    Estou vivendo uma situação em que já não consigo enxergar sozinha as coisas com clareza, porque já estou envolvida… Me envolvi com um sujeito que já o tinha conhecido e ficado há 14 anos atrás e nunca mais havíamos nos visto e nem conversado, embora tenhamos amigos comuns e sempre tinha notícias dele (somos de cidades geograficamente muito distantes), até que no ano passado, com a ajuda das redes sociais, nos reencontramos.

    Conversa vai e conversa vem no messenger, ele me disse que havia se separado há aproximadamente 3 – 4 anos. Estou casada faz 13 anos, e num momento de relação altamente desgastada… E aí, é que o problema começa… Disse que estava noivo… mas que era só para a moça sossegar e não ficar enchendo o saco (achei estranhíssimo !). Ele me sondando… veio se colocando como um bom amigo… e a besta aqui, caiu feito um “pato”. Inicio deste ano, ele me aviso que estava vindo na minha cidade a trabalho e que queria me ver (claro que dei um jeito e fui encontrá-lo). Até que consegui resistir aos “encantos” dele…

    Mas depois, não conseguia tirá-lo da cabeça … e de conversa em conversa no whatsapp… Acabei indo ao encontro dele em uma viagem a trabalho. Aí sim… Joguei a toalha ! Parecia que aqueles 14 anos atrás, não haviam passado. Pronto ! Apaixonei … e me lasquei …. Pq ele foi logo dizendo que não era apaixonado por mim, que não acredita em relacionamentos a longo prazo e todo aquele papo de um bom cafajeste. Mas sempre deixava uma coisa no ar dizendo que se tivesse me conhecido melhor há 14 anos atrás, que hoje estaríamos juntos e casados… Mas a distância geográfica e as vidas completamente estabelecidas profissionalmente, não dava muitas esperanças…

    Cerca de 1 mês atrás, aproveitei uma oportunidade para fazer uma visita de trabalho na cidade dele (claro que foi um pretexto) e fui encontrá-lo. Inacreditavelmente, ele se virou como pôde para passar o maior tempo possivel comigo…. viajou 2 horas pra ir me buscar no aeroporto… E apesar da noiva… Achou um jeito até de me levar na casa dele ! Achei mais estranho ainda… Pq no final do dia seguinte, ele estaria viajando de férias e só voltou a falar comigo no dia seguinte ao retorno dele… (como assim, deixaria de ficar com a noiva que diz amá-la… pra ficar comigo?).

    Eis que quando eu retornei para a minha cidade e ele retornou das férias dele… entre conversas divertidas que tinhamos … um dia mostrou o seu lado cafajeste legítimo ! Me destratou como nunca tinha feito… me falou coisas horríveis e que eu o tirasse do foco dele e me bloqueou no whatsapp. Enfim, fiquei super mal por alguns dias, mas não o procurei ! Eis que na madrugada do mesmo dia, ele me envia uma mensagem dizendo que estava deprimido. No dia seguinte, só respondi com um “Ok”. Passados 2 dias, como não dei noticias, ele tentou me ligar (coisa muito rara de fazer, pois praticamente conversávamos pelo whatspp),mas não atendi e nem retornei. Aí ele me desbloqueou e deixou algumas mensagens seguidas, dentre elas me pedindo perdão por ter me causado sofrimento naquele dia e que se fosse possível, quando eu estivesse mais calma, que poderiamos conversar.

    Só fui me manisfestar uns 3 dias depois… Só que desde então, perdi completamente o jeito com ele… Não consigo mais ser espontânea como eu era… Penso mil vezes antes de enviar um simples “oi”. Até que na semana passada, depois de trocarmos algumas mensagens e até brincando um com o outro… ele me disse que ele teria uma viagem a trabalho no mês que vem, e que teriamos tempo… inclusive que teria alguns dias só pra mim… Mas pra falar a verdade, nem sei se isto é pra valer, ou se ele falou por falar … Fato é que depois dessa conversa, ele não se comunicou mais …. E eu também, resolvi ficar na minha… Até pq, não preciso ficar correndo atrás…

    Quando pensei que ele tinha desistido de mim…. Eis que ele me manda uma mensagem no whatsapp logo nesta segunda pela manhã (4 dias depois), com uma pergunta de pretexto para puxar assunto…. Eu vi a mensagem, mas não respondi logo… dei umas 2 horas e respondi de forma educada, mas bem objetiva e o silêncio se instalou novamente…. No meio da tarde, ele não se aguentou e me mandou outra perguntando como eu estava… Fiz o mesmo… dei um tempo e respondi objetivamente. Mais tarde um pouco, mandei uma mensagem complementando a resposta que eu tinha dado e ele me respondeu dizendo que estava em casa… (não entendi a intenção e ignorei).

    E agora, estou morrendo de vontade de conversar com ele, e saber se pretende mesmo me encontrar na viagem dele… pois tenho que tomar algumas providências caso eu resolva ir… Mas não queria baixar a guarda … pois seu eu fizer contato… vai achar que estou na mão dele de novo… . E quando dei aquele gelo, bem que veio atrás… Será que se eu continuar na minha ele vai me procurar de novo…. ? Ou devo simplesmente assumir que se eu quiser ainda algo com ele, que será sem o menor compromisso … E só !

    Alguém pode me dar uma dica do que faço ?